Toyota Yaris sedã começa a chegar às concessionárias
12 de julho de 2018 – 8:51 | Comentários desativados

 Configuração sedã do Yaris começou a ser fabricada na semana passada e já chegou a concessionárias da marca no país
O Toyota Yaris sedã já começou a chegar às concessionárias da marca, de acordo com informações …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Indústria

Volkswagen investe R$ 50 mi em laboratórios de motores e emissões

Submitted by on 17 de setembro de 2014 – 11:02No Comment

01

A Volkswagen acaba de investir R$ 50 milhões em 12 novos equipamentos e ampliação dos laboratórios emissões e de motores na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP).

Iniciado em 2011, o investimento inclui novos dinamômetros de bancada (estático, para motores) e de chassis (dinâmico, com o carro em movimento), entre eles o primeiro dinamômetro da indústria brasileira para testes em veículos 4×4.

“O investimento reflete um dos focos da empresa que é de desenvolver produtos cada vez mais eficientes e ambientalmente corretos. Aumentar a eficiência é um dos passos mais importantes para alcançar a sustentabilidade econômica, social e ambiental”, afirma o presidente da empresa, Thomas Schmall. “As novas tecnologias darão suporte para atender ainda mais às exigências do Programa Inovar-Auto.”

Para Egon Feichter, vice-presidente de Desenvolvimento de Produto da Volkswagen, os novos equipamentos vão contribuir para o aumento da eficiência energética dos produtos da marca. “Com o suporte das novas tecnologias e equipamentos, nossa meta é desenvolver veículos e motores cada vez mais eficientes e ambientalmente corretos”, diz.

O investimento também inclui a ampliação da área de acondicionamento de veículos melhorando a infraestrutura para realização de testes. Nessa área, os carros permanecem por 12 horas, com temperatura controlada, antes de serem testados.

Pioneiro na indústria, o laboratório de emissões – inaugurado em 1976, dez anos antes de existir no Brasil a lei de controle de emissões de gases, o Proconve (Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores), se destina a medir os gases emitidos pelos veículos produzidos pela marca no Brasil e Argentina para o desenvolvimento, homologação e controle de produção.

Antes de iniciar os testes, os veículos ficam em “repouso” absoluto por 12 horas na área de acondicionamento com temperatura controlada de 20ºC a 26°C. No teste de emissões, o veículo roda no dinamômetro de chassis e “percorre” um caminho que simula condições reais de trânsito, com acelerações, frenagens, ultrapassagens, congestionamentos e paradas aos semáforos.

Os veículos rodam nos dinamômetros em várias condições, como partida com o motor frio, com motor aquecido e com temperaturas mais elevadas. Em um tubo colocado no escapamento do veículo os gases são coletados e analisados com o objetivo de desenvolver motores cada vez mais com o foco na preservação do meio ambiente. Diariamente os especialistas analisam os gases emitidos por protótipos e veículos de produção em série, bem como avaliam o consumo de combustível.

Fonte: Carpress

Comments are closed.