Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador
13 de setembro de 2019 – 14:45 | Comentários desativados em Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador

Estande da BMW no Salão de Frankfurt dá spoilers sobre as novas gerações do Série 4, além de novidades para o nicho dos SUV-cupê e um novo carro elétrico.
Uma das atrações da BMW  no Salão …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

Verstappen vence a “corridaça” da F-1 na Alemanha; Hamilton e Leclerc batem

Submitted by on 29 de julho de 2019 – 15:57No Comment

Max Verstappen conseguiu sua segunda vitória na temporada em um excelente, e caótico, Grande Prêmio da Alemanha de Fórmula 1, que viu Sebastian Vettel e Daniil Kvyat completarem o pódio após erros dos líderes.

Vettel fez uma corrida de recuperação largando no final do grid para terminar na segunda posição, beneficiando-se dos vários carros de segurança e da boa estratégia da Ferrari.

Kvyat conquistou o terceiro pódio de sua carreira, antes de ser ultrapassado por Vettel na penúltima volta. Ele conseguiu se manter à frente de Lance Stroll, quarto colocado, para conquistar o primeiro pódio da Toro Rosso em 11 anos.

Stroll travou uma disputa dura pelo pódio, colocando os pneus slicks um pouco antes do final da corrida, antes de todos pararem. O canadense liderou a corrida brevemente antes de ser ultrapassado por Verstappen.

A Mercedes não teve uma boa comemoração dos seus 125 anos em sua corrida em casa, e não pontuou no Grande Prêmio da Alemanha.

Lewis Hamilton cruzou a linha na P11 antes de rodar na última curva quando optou pelos pneus slicks, destruindo sua asa dianteira. Ele ainda retornou aos boxes pela grama, e foi penalizado com cinco segundos por não seguir o procedimento padrão.

Nas últimas voltas, o pentacampeão rodou na Curva 1, antes de seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas – que perseguia Stroll pela última posição no pódio – rodar e destruir sua W10 no mesmo ponto.

O último ‘safety car’ permitiu que o pelotão se agrupasse novamente e visse a escalada de Vettel até a P2. Enquanto a equipe comemorava como uma vitória a posição de Vettel, o lado de Leclerc nos boxes da Ferrari não tinha motivos para se alegrar.

O piloto monegasco rodou na última curva em condições ainda molhadas depois de sair dos boxes com os pneus slicks, momentos antes de Hamilton rodar na mesma curva – que viu vários pilotos rodando, alguns acertando as proteções.

No entanto, ao contrário do acidente de Hamilton na volta 29, os danos na SF90 de Leclerc o impediram de continuar. O piloto da Ferrari foi um dos sete pilotos que não completaram a corrida.

Sergio Perez (Racing Point) registrou o primeiro abandono logo após a largada da corrida em condições molhadas. Daniel Ricciardo (Renault) e Lando Norris (McLaren) tiveram problemas mecânicos e não conseguiram chegar até o final, enquanto Nico Hulkenberg (Renault) acabou nas barreiras de proteção quando ocupada a quarta posição – na mesma curva que acabou com a corrida de Leclerc e Hamilton.

Pierre Gasly foi o último a abandonar e trazer o carro de segurança para a pista, depois de acertar a traseira da Toro Rosso de Alexander Albon faltando cinco voltas para o fim.

Gasly sofreu com a falta de ritmo durante toda a corrida, enquanto Albon conseguiu terminar na P6 atrás de Stroll e Carlos Sainz, quinto colocado, que também rodou na fatídica última curva do Hockenheimring nos estágios iniciais da corrida.

Foi um bom dia para a Alfa Romeo na pista. Kimi Raikkonen recebeu a bandeira quadriculada na P7, à frente de seu companheiro de equipe Antonio Giovinazzi, mas foram investigados depois por uma irregularidade relacionada às configurações da embreagem na largada. Os comissários deram uma penalidade de 10 segundos para os dois pilotos, o que foi convertido em uma penalidade de 30 segundos devido à punição ser dada após a corrida.

A Alfa Romeo confirmou que pretende apelar da decisão proferida contra a equipe no Grande Prêmio da Alemanha deste domingo. Isso jogou ambos os pilotos para fora das posições de pontos.

Romain Grosjean e Kevin Magnussen completaram a zona de pontuação para a Haas, respectivamente, depois de novamente baterem roda pela disputa de posição e foram promovidos para P7 e P8, respectivamente, após a confirmação da penalidade da dupla da Alfa Romeo.

Hamilton subiu para a nona posição e garantiu dois pontos, com a Williams marcando seu primeiro ponto da temporada com Robert Kubica na P10.

Foi a segunda vitória de Verstappen nas últimas três corridas, enquanto Vettel subiu novamente ao pódio após o Grande Prêmio do Canadá.

1) M VERSTAPPEN (Red Bull Honda) 64 voltas

2) S VETTEL (Ferrari)

3) D KVYAT (Toro Rosso Honda)

4) L STROLL (Racing Point Mercedes)

5) C SAINZ JR (McLaren Renault)

6) A ALBON (Toro Rosso Honda)

7) R GROSJEAN (Haas Ferrari)

8) K MAGNUSSEN (Haas Ferrari)

9) L HAMILTON (Mercedes)

10) R KUBICA (Williams Mercedes)

11) G RUSSELL (Williams Mercedes)

12) K RÄIKKÖNEN (Alfa Romeo Ferrari)

13) A GIOVINAZZI (Alfa Romeo Ferrari)

14) P GASLY (Red Bull Honda)

15) V BOTTAS (Mercedes)

16) N HÜLKENBERG (Renault)

17) C LECLERC (Ferrari)

18) L NORRIS (McLaren Renault)

19) D RICCIARDO (Renault)

20) S PÉREZ (Racing Point Mercedes)

Texto: Gabriel Gavinelli

Fonte: F1 Mania Lance

Portal Rodão

Comments are closed.