A indústria automotiva reserva importantes lançamentos para o segundo semestre, como o VW Polo
18 de agosto de 2017 – 15:03 | Comentários desativados

Entre os principais lançamentos programados para os próximos meses estão o novo Volkswagen Polo, o sedã derivado do Fiat Argo, o Chevrolet Equinox e algumas reestilizações
Principalmente depois da divulgação do preço atraente, muitos consumidores aguardaram …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Curiosidades

Venda de automóveis e comerciais leves cai 20% no acumulado

Submitted by on 25 de agosto de 2015 – 16:12No Comment

e1479c60fc7d7f4f708d42f869f837c8_L

O mercado automobilístico brasileiro registrou nos sete primeiros meses deste ano a venda de 1.489.243 automóveis de passeio e comerciais leves, uma queda de 20,03% se comparado ao mesmo período do ano passado, quando esse número estava em 1.862.358.

Só no último mês foram emplacadas 219.410 unidades, número 21,58% menor do que em julho de 2014, que teve 279.789 carros vendidos. Neste ano, de junho para julho, houve alta de 7,23%, de 204.613 para 219.410 unidades.

“O mês de julho contou com 23 dias úteis, contra 21 dias no mês anterior, motivando esse aumento nas vendas de veículos. Porém vale ressaltar que, na média, em dias úteis, o saldo foi negativo em 2,09% para todos os segmentos”, afirma Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave.

“O acumulado do ano também continua negativo e mantemos a nossa posição de que não ocorrerá grande mudança nas vendas de veículos nos próximos meses, mantendo assim as nossas projeções, que apontam queda de cerca de 20% para o setor em 2015.”

Se levados em conta todos os segmentos da indústria (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros), a queda no acumulado do ano foi de 17,87%, de 2.928.868 para 2.405.467 unidades.

Para o presidente da entidade, o resultado ainda pode ser comemorado graças às ações que motivaram a comercialização de automóveis e comerciais leves no mês de julho.

Entre elas, estiveram o Festival do Consorciado Contemplado e o Salão Auto Caixa, os dois direcionados a estimular a aquisição de veículos no país. “Sem dúvida, sem essas ações, poderíamos ter tido resultados mais preocupantes”, diz.

Mais vendidos

O automóvel mais vendido em julho foi o Fiat Palio, com 11.312 unidades. Vale lembrar que o modelo é vendido com carrocerias antiga e nova. Depois vem o Chevrolet Onix, com 10.726, seguido por Hyundai HB20 (9.462), Ford Ka (9.281) e Volkswagen Fox/CrossFox (7.329).

É interessante verificar algumas disputas particulares em julho. No segmento dos sedãs médios, o Corolla abre larga vantagem sobre o Civic: o modelo da Toyota vendeu em julho 6.148 unidades, contra 3.490 do rival da Honda.

Entre os SUVs compactos, no entanto, a Honda vai à forra. O HR-V é líder, com 4.429 unidades, seguido por Jeep Renegade (4.028), Renault Duster (3.198), Ford EcoSport (2.890) e Hyundai ix35 (1.681).

Tradicional líder nos 27 anos anteriores, o Volkswagen Gol aparece na sexta posição do ranking de automóveis, com 7.234 unidades.

Outra marca que está tendo trabalho para manter sua posição de liderança é a Fiat. No segmento de automóveis de passeio, ela aparece superava pela Chevrolet, por uma diferença mínima (15,58% contra 15,51% do mercado). Foram vendidos até julho 196.713 carros da Chevrolet, contra 195.941 da Fiat.

Entre os comerciais leves, segue na liderança a picape Fiat Strada (8.958), seguida por Volkswagen Saveiro (5.684), Toyota Hilux (3.149), Chevrolet Montana (2.709) e S10 (2.476).

FONTE: Carpress
TEXTO: Luís Perez

Comments are closed.