Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador
13 de setembro de 2019 – 14:45 | Comentários desativados em Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador

Estande da BMW no Salão de Frankfurt dá spoilers sobre as novas gerações do Série 4, além de novidades para o nicho dos SUV-cupê e um novo carro elétrico.
Uma das atrações da BMW  no Salão …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

Saída de Bottas pode abrir espaço para dupla brasileira na Williams

Submitted by on 7 de agosto de 2014 – 11:03No Comment

01

Os rumores no paddock da F1, a cada dia, reforçam a possibilidade de que Valtteri Bottas poderá ser um dos pilotos titulares da equipe McLaren na temporada de 2015. O desempenho do jovem finlandês nesse ano vem despertando o interesse das equipes de ponta na categoria. Em especial da escuderia comandada por Ron Dennis e, também, da equipe Mercedes — líder absoluta do campeonato.

Porém, as chances de ver Bottas na McLaren parecem mais claras. Ele é assessorado pelo bicampeão mundial Mika Häkkinen (1998 e 1999), ex-piloto da equipe britânica e que mantém ligações estreitas por lá. Aliás, Häkkinen já estaria conversando com o próprio Dennis e Eric Boullier, chefão do time, sobre essa possibilidade. Tudo indica que no ano que vem o cockpit, hoje ocupado pelo veterano Jenson Button, estará vago

Brasil – Com este cenário, a Williams teria que substituir Bottas. O brasileiro Felipe Massa, que desembarcou nessa temporada por lá, tem contrato firmado até o final de 2015 e estaria com sua vaga garantida. O candidato mais provável seria para o cockpit do finlandês seria outro brasileiro: Felipe Nasr. Atualmente ele trabalha como reserva do time inglês e faz seu terceiro campeonato na GP2.

Mas o crescimento da Williams nas últimas provas vem chamando atenção de pilotos de ponta. Ao que parece o espanhol Fernando Alonso – atualmente na Ferrari e muito próximo de renovar seu acordo – mostrou interesse na esquadra de Frank Williams. Mas o custo para contar com Alonso é muito alto. O bicampeão do mundo não abriria mão de um salário milionário e isso pode ser um entrave numa possível negociação.

Já Massa e Nasr contam com apoio financeiro de duas grandes empresas estatais brasileiras – o Banco do Brasil e a Petrobras. Estas já investem bastante na Williams e têm planejamento para os próximos anos.

Fonte: Amigos da Velocidade

Comments are closed.