Ford abre pré-venda do novo Mustang com preço abaixo do rival Camaro
11 de dezembro de 2017 – 11:07 | Comentários desativados

Após uma longa espera, enfim a Ford traz oficialmente o Mustang para Brasil. O esportivo só desembarcava no país via importação independente. A pré-venda começou nesta segunda-feira (11) ao preço de R$ 299.900, com a …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Stock Car

Ricardo Sperafico é afastado em 30 dias preventivamente por doping

Submitted by on 26 de junho de 2013 – 11:30No Comment

19

O piloto Ricardo Sperafico, da Officer ProGP, foi afastado preventivamente em 30 dias, por conta de um resultado positivo no exame antidoping da etapa de Salvador, quarta da temporada da Stock Car, realizada no dia 19 de maio. A divulgação foi efetuada pela CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) na segunda-feira, mas a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) remonta do dia 20, última quinta.

Segundo o comunicado oficial da confederação, foram encontrados “analíticos adversos” no material coletado pelo paranaense na capital baiana. Embora o texto não informe oficialmente, o Tazio confirmou que se trata do isometepteno, utilizado em analgésicos e remédios para dor de cabeça, como Neosaldina e Dipirona Sódica.

Procurado pelo Tazio, o diretor jurídico da CBA, Felippe Zeraik, explicou que casos como o de Sperafico são considerados “menos complicados” para julgamento, devido à menor gravidade da substância. “Ele agora terá esses 30 dias para apresentar sua defesa e solicitar a contraprova, tudo isso a critério dele próprio, não da CBA. Depois, será realizado o julgamento no STJD”, esclareceu o diretor.

O aconselhável é que o julgamento se dê ainda durante o período do afastamento provisório, mas não há garantias para tal. Caso seja considerado culpado, o piloto de 33 anos pode sofrer sanções que variam de uma advertência até dois anos de suspensão. “Ele só continua a cumprir o afastamento se for maior do que os 30 dias que ele já cumpriu”, ressaltou Zeraik.

Este é o terceiro caso de doping na Stock Car em um período de pouco mais de um ano. No final de maio de 2012, Alceu Feldmann foi punido por se recusar a participar do exame na etapa do Velopark, dois meses antes. Ele fazia um tratamento médico com substâncias vetadas pela Wada e não havia conseguido a autorização oficial da CBA para tal. Pouco depois, em julho, foi a vez de Marcos Gomes tomar uma suspensão, flagrado no mesmo procedimento realizado no circuito gaúcho. No caso dele, foram encontradas três substâncias proibidas: isometepteno, a mesma acusada no exame de Sperafico, metilfenidato (estimulante) e canabinóide (presente na maconha).

Feldmann tomou gancho inicial de dois anos (a mais severa entre as punições previstas pela Wada), enquanto Gomes foi suspenso em um. Contudo, ambos conseguiram reduzir suas respectivas penas por meio de recursos e estão disputando o campeonato integral da Stock nesta temporada. O Tazio está tentando contato com Ricardo Sperafico para mais informações.

Confira o comunicado da CBA na íntegra:

24 de junho de 2013 – O piloto Ricardo Luis Sperafico foi afastado preventivamente das competições automobilísticas, por 30 dias, por decisão do Presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, em 20 de junho de 2013, em virtude de achados analíticos adversos no exame antidoping procedido durante a 4ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car, realizada no Circuito de Rua de Salvador, BA, no dia 19 de maio de 2013.

Fonte: Leonardo Felix / Tazio
Foto: Duda Bairros/Vicar

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário abaixo, ou Assine o RSS desta página .

You can use these tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

This is a Gravatar-enabled weblog. To get your own globally-recognized-avatar, please register at Gravatar.