Surpresa! Xiaomi anuncia entrada no mercado de automóveis com seu primeiro SUV
12 de abril de 2019 – 12:07 | Comentários desativados em Surpresa! Xiaomi anuncia entrada no mercado de automóveis com seu primeiro SUV

A gigante chinesa Xiaomi já faz, com muita competência, smartphones, computadores, pulseiras inteligentes, scooters e todo os tipo de produto que ajuda a nossa vida, mas faltava, talvez, a cereja do bolo. A empresa, agora …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

Renault e Red Bull assumem possibilidade de deixar a F1

Submitted by on 27 de mar̤o de 2015 Р13:42No Comment

01

A Renault considera a possibilidade de deixar mais uma vez a Fórmula 1 por conta dos problemas de relacionamento com a Red Bull verificados neste começo de 2015.

O diretor de competições da marca francesa, Cyril Abiteboul, admite que se o cenário não mudar, existe sim a possibilidade de a empresa deixar de fornecer propulsores à F1.

“Posso confirmar que estamos analisando muitas opções, inclusive sair da Fórmula 1. Honestamente, se a categoria for tão ruim para a reputação da Renault, se continuarmos enfrentando dificuldades com a fórmula atual e se a Fórmula 1 não der o retorno esperado, tendo em mente que uma fabricante não tem incentivo financeiro para desenvolver e bancar o motor, isso é o que pode acontecer”, disse.

“Nossa maior prioridade é acertar o motor. Vimos com a Red Bull que não tem sido o começo de temporada que esperávamos. Precisamos ter o motor sob controle. Se conseguirmos, temos de rever a situação da perspectiva de marketing para ver se é melhor para nós aumentar ou reduzir nosso envolvimento com a Fórmula 1″, frisou.

Por outro lado, Christian Horner – o chefe de equipe da Red Bull – disse que as declarações dadas por Helmut Marko foram mal interpretadas, já que no seu entendimento, o austríaco falou que se a Renault sair da F1, a RBR pode tomar o mesmo rumo.

“Acho que ele estava tentando dizer que, se nos encontrarmos em uma situação na qual ficamos sem uma fornecedora de motor, se a Renault decidir sair, a Mercedes não forneceria um motor à Red Bull, e é improvável que estivéssemos em posição de utilizar um motor Ferrari. Portanto, na verdade podemos ser forçados a abandonar a categoria”, declarou.

“Como qualquer companhia, a Red Bull quer retorno para seu investimento. A Fórmula 1 está dando isso para a marca? Há alguns sinais preocupantes quando assistimos corridas como a de Melbourne. Mas espero que seja um capítulo de uma história mais longa. A Red Bull quer competir e permanecer na Fórmula 1″, concluiu.

Fonte: Sandro Varela / Amigos da Velocidade

Comments are closed.