Cotada para o Brasil, Opel prepara 8 novidades até 2020
16 de outubro de 2018 – 11:19 | Comentários desativados

Alemã prepara os sucessores do Corsa e do Mokka X e também na eletrificação da gama
Empresa que atua de uma forma muito transparente na hora de comunicar suas estratégias, algo raramente visto no setor, a …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Campeonatos

Rally dos Sertões 2014 terá trabalho de Ação Ambiental pelo 13º ano consecutivo

Submitted by on 12 de agosto de 2014 – 11:08No Comment

01

A organização segue com o projeto ambiental ao longo do Rally dos Sertões pelo 13º ano consecutivo. Na edição de 2014, o trabalho será coordenado pelo biólogo Maurício Mennella, que terá a missão de reduzir os impactos provocados pelas mais de duas mil pessoas que devem acompanhar a competição. Para a 22ª edição do Sertões, serão aproximadamente 200 competidores em 130 veículos em quase 2.700 quilômetros rodados. Os trechos especiais somam 1.545 quilômetros, o que corresponde a quase 60% do total da prova.

Nesses 13 anos de trabalho, a Ação Ambiental foi premiada duas vezes. A primeira em 2007, quando teve o trabalho reconhecido pela ULM (União Lationoamericana de Motociclismo) e outra em 2009 pela FIM (Federação Internacional de Motociclismo). A equipe chefiada por Mennella terá a missão de continuar o trabalho que vem sendo feito desde 2001, entre eles está a função de limpa-trilha, retirando os detritos dos veículos que caem nas trilhas como fibra de vidro, ferro, alumínio e óleo. Para a coleta do óleo é usado o absorvente industrial ecológico (Oil Sorb).

“Para este ano, vamos focar na continuidade do trabalho que sempre foi feito, com a limpeza das trilhas, a conscientização da população local e a coleta dos resíduos na área do Parque de Apoio”, explica Maurício Mennella.

A equipe ambiental também atua na área onde os carros e equipes pernoitam, com coleta de lixo e a conscientização tanto dos competidores e integrantes das equipes de apoio, quanto com a população local que visita o espaço. Para isso, são distribuídos ao longo do percurso mil cinzeiros, quatro mil sacos plásticos de 100 litros e duas mil sacolas de TNT para carros. O grupo também é incumbido de indenizar os proprietários das áreas rurais que tenham sofrido algum tipo de dano, como a quebra de cercas ou de porteiras.

A bordo de uma caminhonete com tração 4×4, o grupo usa equipamentos de navegação por satélite e o rádio comunicador, já que as equipes têm a responsabilidade de avisar a equipe ambiental sobre peças que se soltam dos veículos.

A competição começa em Goiânia no dia 23 de agosto, com o prólogo e a largada promocional no reformado autódromo internacional de Goiânia.

Fonte: Webventure / Uol
Foto: Ricardo Leizer – Webventure

Comments are closed.