Ural exibe moto conceito com motor elétrico
15 de novembro de 2018 – 13:13 | Comentários desativados em Ural exibe moto conceito com motor elétrico

Propulsor é fruto da parceria da fabricante de moto com sidecar e a Zero Motorcycles, que produz motocicletas elétricas
A Ural está mais ‘ousada’. Recentemente, a fabricante apresentou uma variante do tradicional modelo com um drone …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Curiosidades

QUATRO HISTÓRIAS DE PAIXÃO PELO FUSCA

Submitted by on 28 de setembro de 2016 – 14:34No Comment

fuscao-v1

Além de quilômetros, carros contam histórias. Shell Helix vai apresentar algumas aqui, em QUATRO RODAS

Apresentado por SHELL HELIX

Fusca é caso de amor antigo – atire a primeira pedra quem nunca andou em um!

No início, na década de 1950, apenas 30 baratinhas desembarcaram no Brasil, importadas da Alemanha. Porém, logo o modelo começou a ser produzido nacionalmente e se tornou um dos carros mais populares e queridos do país.

Seja preto, bege, azul ou verde, casamento, amizade e até traição, um Fusca conta muito mais do que quilômetros, conta histórias.

Motor superlativo

O primeiro modelo a rodar no Brasil contava com motor de 1 200 cilindradas. Em 1970, foi lançado o Sedan 1500, que, mais potente que o anterior, ficou conhecido como Fuscão. Quatro anos depois, foi lançado o 1600-S, ou Super Fuscão. Seu motor de dupla carburação, 52 cavalos e 1 600 cilindradas fez valer o apelido cheio de superlativos.

Sedan… Quem?

“Fuscão preto, você é feito de aço…” Graças ao sucesso do hit dos anos 1980 na voz de Almir Rogério, o Fuscão preto entrou para a história da música brasileira. Na mesma época, a Volkswagen decidiu nomear oficialmente o modelo como Fusca. Sim, antes era só apelido. O nome original era VW Sedan – mas quase ninguém no mundo o chama assim. Na maioria dos países, o carro é conhecido como Besouro ou Baratinha, por conta do formato da carroceria.

Ícone pop

No mundo, o Fusca também é figurinha repetida na cultura popular. A participação mais conhecida do modelo em um filme, claro, é na pele de Herbie. Em Se Meu Fusca Falasse, participou de corridas automobilísticas, e a pintura branca com faixas coloridas se tornou icônica.

O retorno

Por 24 anos, o Fusca foi o carro mais vendido do país. Porém, o modelo não acompanhou a evolução tecnológica dos concorrentes e as vendas foram encerradas em 1986. Foi preciso um pedido do então presidente Itamar Franco para que a produção se reiniciasse em 1993 – e, mesmo assim, três anos depois, a baratinha saiu de linha de vez. Mas a verdade é que o Fusca nunca saiu das ruas e até hoje é visto rodando nas cidades. É também o xodó de inúmeros clubes de colecionadores. Todo ano, acontece, no Autódromo de Interlagos, o maior encontro de Fuscas do país, organizado pelo Fusca Clube do Brasil.

Shell Helix

Cada detalhe importa na manutenção de um carro clássico como o Fusca. Pintura brilhante, peças em ordem, interior impecável. E o motor, claro, é a joia da coroa. Shell Helix conta com uma linha completa e inovadora para todos os tipos de motores, com produtos modernos para atender às especificações de modelos atuais e antigos.

TEXTO: Redação
FONTE: Quatro Rodas

Comments are closed.