Cotada para o Brasil, Opel prepara 8 novidades até 2020
16 de outubro de 2018 – 11:19 | Comentários desativados

Alemã prepara os sucessores do Corsa e do Mokka X e também na eletrificação da gama
Empresa que atua de uma forma muito transparente na hora de comunicar suas estratégias, algo raramente visto no setor, a …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Novidades

Projeção: Novo Fiesta Vignale Cabriolet poderia ser um luxo alternativo

Submitted by on 2 de dezembro de 2016 – 11:17No Comment

fiesta-vignale-cabrio

 

O Novo Ford Fiesta 2017 se apresentou em Colônia, Alemanha, com quatro pacotes padronizados de acabamento e conteúdo. Cada um com uma proposta diferente e abrangendo bem mais clientes que o modelo atual.

O ST-Line tem uma pegada mais esportiva, embora não seja de fato o Novo Fiesta ST, mas com motor 1.0 EcoBoost de 140 cv, andaria bem como um esportivo de entrada. O Titanium mantém o pacote topo de linha tradicional da Ford e com 125 cv, estaria mais do que dentro da proposta.

O Active surge como uma versão aventureira, algo não inédito na história do Fiesta, que viu a versão Trail circular pelo Brasil duas gerações atrás. Com a mesma potência de 125 cv do Titanium, também seria uma bela opção para quem gosta do estilo.

Por fim, eis que a Vignale chega à gama de entrada da Ford Europa com uma proposta premium para brigar com as marcas de luxo alemãs e outras propostas semelhantes. Trata-se de um Fiesta de luxo e, como tal, poderia alçar um voo mais alto.

Nesta projeção de X-Tomi Design, o Novo Fiesta Vignale Cabriolet se apresenta como um luxo alternativo, que de certa forma competiria com alguns conversíveis europeus. É evidente que fazê-lo em Colônia demandaria um custo que a Ford não deverá bancar – nem mesmo o fez por aqui, pois o clássico Escort XR3 virou um conversível nas mãos da Karmann-Ghia.

Por isso, ter um Novo Fiesta Vignale Cabriolet, significaria entregar a tarefa para alguém especializado e nesse caso, um forte candidato seria a Magna Steyr, em Graz, Áustria. Em lotes menores, a conversão industrial teria um custo menor do que mexer na complexa linha de produção em massa da planta alemã.

É assim que fizeram vários fabricantes europeus ao longo de anos e provavelmente isso não deve mudar. Com motor de 140 cv e capota com pelo menos dois tons, seria um pequeno luxo, que poderia ter um preço competitivo para dar ao Novo Fiesta 2017 uma opção de nicho e imagem realmente atraente.

TEXTO: Redação
FONTE: Noticias Automotivas

Comments are closed.