Cotada para o Brasil, Opel prepara 8 novidades até 2020
16 de outubro de 2018 – 11:19 | Comentários desativados

Alemã prepara os sucessores do Corsa e do Mokka X e também na eletrificação da gama
Empresa que atua de uma forma muito transparente na hora de comunicar suas estratégias, algo raramente visto no setor, a …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Motos

Produção de motocicletas cresce 14,6%

Submitted by on 8 de outubro de 2013 – 10:53No Comment

07

O setor de motocicletas fechou setembro com 150.121 unidades fabricadas, 14,6% a mais do que as 130.940 registradas em 2012. No mesmo período as vendas no atacado subiram 10,7%, passando de 129.011 unidades para 142.871. “Podemos atribuir o crescimento da produção aos lançamentos do ano”, diz Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares).

Segundo ele, mesmo diante da crise pela qual o segmento passa desde o ano passado, as montadoras investem na inovação da indústria de motocicletas, acompanhando as tendências mundiais de design, performance e segurança. No entanto, em relação a agosto deste ano, quando foram produzidas 157.477 unidades, houve queda de 4,7%.

Apesar desse cenário, as vendas no atacado tiveram alta de 10,7%, totalizando 142.871 unidades comercializadas, contra 129.065 unidades em agosto. As vendas no varejo registraram resultado negativo. Houve queda de 8,8% nos emplacamentos de motocicletas em relação a agosto, passando de 129.050 unidades para 117.754. Setembro teve 21 dias úteis, um a menos que agosto.

Sobre setembro do ano passado, houve acréscimo de 2,2% no volume de emplacamentos, passando de 115.269 para 117.754 unidades. Em contrapartida, no acumulado de 2013, quando foram emplacadas 1.129.282 motocicletas, as vendas no varejo tiveram baixa de 9,1% em comparação ao mesmo período de 2012.

As vendas no atacado no acumulado do ano ficaram 7,2% abaixo do índice alcançado no mesmo período de 2012, passando de 1.283.929 para 1.191.090 unidades. No mesmo comparativo, a produção de motocicletas teve redução de 6,9%, totalizando 1.259.300 ante 1.352.751.

“As restrições ao crédito e o atual contexto econômico limitam um maior avanço do setor. Diante disso, estimamos que a retração da demanda por questões macroeconômicas deverá resultar em uma queda da produção e vendas de motocicletas em 2013 ante os números de 2012″, afirma Fermanian. Nas exportações, o acumulado nos primeiros nove meses do ano registrou 76.622 unidades, mantendo a estabilidade com o mesmo período de 2012, com 76.961 motocicletas.

Fonte: Carpress

Comments are closed.