Toyota Yaris sedã começa a chegar às concessionárias
12 de julho de 2018 – 8:51 | Comentários desativados

 Configuração sedã do Yaris começou a ser fabricada na semana passada e já chegou a concessionárias da marca no país
O Toyota Yaris sedã já começou a chegar às concessionárias da marca, de acordo com informações …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Motos

Pirelli moderniza pneus para motos de 250 a 300 cilindradas

Submitted by on 20 de agosto de 2013 – 11:21No Comment

34

A Pirelli lançou primeiro pneu radial de motocicleta fabricado no Brasil, destinado a motos de 250 a 300 cilindradas. Para a introdução do Diablo Rosso II, a empresa investiu R$ 3 milhões em sua unidade em Gravataí (RS). Mais moderno, o pneu radial para motocicletas era, até pouco tempo atrás, sinônimo de pneu importado.

Em maio, a Michelin havia se antecipado à Pirelli e apresentou o primeiro pneu radial para motos da mesma faixa de cilindrada no Brasil, o Pilot Street, porém, o produto é importado.

As novidades atenderão o previsto crescimento de vendas no segmento de motos na faixa de 250 a 300 cilindradas, mas mira também o fértil mercado de reposição, parque circulante estimado atualmente em quase um milhão de motos, de acordo com números da Associação dos Fabricantes de Motocicletas e Similares (Abraciclo).

O Diablo Rosso II tem como objetivo alcançar os atuais donos das Honda CB 300R, CB 250R, Yamaha Fazer YS 250 e Kawasaki Ninja 300 e 250, equipadas com pneus convencionais (ou diagonais) e que procuram por uma performance superior, mais esportiva.

A marca italiana, que é líder do mercado nacional de pneus para motos, também anunciou estar em avançada fase o processo de homologação para que os Diablo Rosso II sejam equipamento de série de modelos do segmento, cuja produção para o ano de 2013 tem previsão de 86 mil unidades.

Oferecido inicialmente em duas medidas para o pneu dianteiro (100/80 e 110/70) e quatro para o pneu traseiro (130/70, 140/60, 140/70 e 150/60), todos para rodas aro 17 polegadas, a principal característica da construção radial em pneus de qualquer tipo é a de oferecer uma estrutura da carcaça que concilia maior resistência com melhores características de desempenho.

Para o modelo ora lançado pela Pirelli, a empresa anuncia uma melhoria de 15% em dirigibilidade, 10% em aderência e estabilidade e 20% em durabilidade e performance no molhado, percentuais estes obtidos pela direta comparação com o Pirelli Sport Demon, o pneu diagonal dedicado atualmente às 250-300 cc, equipamento de série da quase totalidade dos modelos.

Praticamente toda a produção de automóveis mundial é equipada com pneus radiais. Nas motocicletas esta condição atinge apenas os modelos acima dos 500cc, todavia a tendência é de crescimento acelerado do uso de radiais.

Pequenas motos, scooters e motonetas deverão ter, dentre pouco tempo, modelos dotados desta tecnologia construtiva de pneus mais avançada. Todavia, isso não implicará no desaparecimento dos pneus de estrutura convencional, cuja simplicidade determina custo menor. No entanto, nas motos de cilindrada elevada – seja pela potência, peso elevado (ou ambos) – tem nos pneus radiais um equipamento obrigatório.

Impressões
O G1 teve oportunidade de rodar com alguns modelos de motocicletas nacionais da faixa de 250 a 300 cilindradas equipadas com os Pirelli Diablo Rosso II na pista Velo Cittá, em Mogi-Guaçu, SP, por ocasião da apresentação do produto.

Nesta condição de uso, que evidentemente favoreceu as características principais dos pneus radiais ante os diagonais, ou seja, a esportividade, notamos que mudanças rápidas de direção, precisão direcional em curva e estabilidade em frenagem foram nitidamente superiores. Outras esperadas vantagens como a melhor aderência em piso molhado ou durabilidade superior só poderão ser aferidas em uso mais extenso e no dia-a-dia.

Uma característica destes pneus que certamente atrairá a parcela de clientes não apenas interessada em performance global é de ordem visual, uma vez que os Diablo Rosso II apresentam desenho peculiar, anteriormente só encontrado em pneus dedicados a motocicletas superesportivas.

Com a área central e extremidades da banda de rodagem praticamente sem sulcos, reproduzindo os conhecidos pneus “slick” cuja característica principal é privilegiar a maior área do composto de borracha possível em contato com o solo, os Diablo Rosso II efetivamente contribuem não só para a eficácia dinâmica como para a estética da motocicleta.

Fonte: G1
Foto: Divulgação

Comments are closed.