Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador
13 de setembro de 2019 – 14:45 | Comentários desativados em Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador

Estande da BMW no Salão de Frankfurt dá spoilers sobre as novas gerações do Série 4, além de novidades para o nicho dos SUV-cupê e um novo carro elétrico.
Uma das atrações da BMW  no Salão …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Campeonatos

Pedrosa cai, Crutchlow aproveita e marca sua primeira pole na MotoGP

Submitted by on 28 de junho de 2013 – 10:57No Comment

10

Aproveitando uma série de infortúnios envolvendo os favoritos habituais, Cal Crutchlow surpreendeu no treino classificatório para o GP da Holanda, sétima etapa da MotoGP em 2013, e marcou sua primeira pole position na categoria. Foi também a primeira pole da satélite Tech 3 desde Colin Edwards, no classificatório do GP da China de 2008.

O inglês só apareceu na primeira posição nos segundos finais da sessão desta sexta-feira em Assen, quando alcançou a marca de 1min34s398 e superou o novato Marc Márquez por 357 milésimos. O novato espanhol, aliás, também só apareceu entre os líderes nos instantes derradeiros, quando enfim reencontrou seu melhor ritmo após a forte queda sofrida pela manhã, que o deixou com pequenas fraturas nos dedos da mão direita.

Pouco antes da pole de Crutchlow, Márquez havia acabado de estabelecer 1min34s755, tirando da pole provisória outra surpresa da sessão, seu antigo rival na Moto2, Stefan Bradl, da LCR Honda. A aparição de tantos nomes inesperados na luta pelo primeiro lugar foi consequência das agruras vividas pelos pilotos oficiais de Honda e Yamaha neste fim de semana. Além do acidente de Márquez, Jorge Lorenzo também caiu com violência na sexta-feira, fraturando a clavícula esquerda. O bicampeão já foi operado e passa bem, mas terá de ficar de fora da prova.

Com esses dois incidentes, Dani Pedrosa passou a ser o favorito absoluto para a pole, e até vinha correspondendo às expectativas na primeira metade do Q2, quando alcançou 1min35s006 e assumiu a primeira colocação. Entretanto, o tri vice-campeão sofreu uma queda na volta seguinte ao seu melhor tempo e não retornou mais à pista. No fim, ele acabou superado pelos três competidores já citados e também por Valentino Rossi, representante solitário da Yamaha com a ausência de Lorenzo.

Diante de tantos incidentes, o “Doutor” poderia surgir com força na rodada holandesa, mas não conseguiu aproveitar a oportunidade e, ainda demonstrando dificuldades para encontrar o melhor ritmo a bordo do modelo YZR-M1, ficou relegado ao discreto quarto posto no grid, a meio segundo de Crutchlow.

Em sexto, o estreante Bradley Smith conquistou sua melhor posição de largada na carreira, fechando a segunda fila com a segunda Tech 3 Yamaha. Aleix Espargaró também atingiu o feito ao se posicionar em sétimo, porém com o adendo de pilotar a moto ART-Aprilia da Aspar, que compete pela classe CRT. Álvaro Bautista, Randy de Puniet e Nicky Hayden completam a lista dos dez primeiros.

A sessão da tarde deste sábado ocorreu com pista seca, mas a aparição intermitente da chuva ao longo do fim de semana embaralhou a ordem dos classificados diretamente ao Q2, forçando as duas Ducati oficiais a participarem da primeira fase. Hayden ainda foi capaz de carimbar passaporte ao período decisivo, junto com Randy de Puniet, da Aspar. Jpa Andrea Dovizioso, que vinha obtendo os melhores resultados do time até então na temporada, pintou como grande decepção, terminando só em quinto nessa parte e ficando com o 15º posto no resultado final.

O GP da Holanda será disputado neste domingo, a partir das 10h, horário de Brasília, com transmissão ao vivo pelo canal por assinatura SporTV.

Grid de largada – Assen:

Pos. Piloto (Nac./Equipe) Tempo
1º. Cal Crutchlow (ING/Tech 3 Yamaha) 1min34s398
2º. Marc Márquez (ESP/Honda) 1min34s755
3º. Stefan Bradl (ALE/LCR Honda) 1min34s878
4º. Valentino Rossi (ITA/Yamaha) 1min34s974
5º. Dani Pedrosa (ESP/Honda) 1min35s006
6º. Bradley Smith (ING/Tech 3 Yamaha) 1min35s454
7º. Aleix Espargaró (ESP/Aspar ART-Aprilia) 1min35s500
8º. Álvaro Bautista (ESP/Gresini Honda) 1min35s508
9º. Randy de Puniet (FRA/Aspar ART-Aprilia) 1min35s622
10º. Nicky Hayden (EUA/Ducati) 1min35s908
11º. Michele Pirro (ITA/Pramac Ducati) 1min36s866
12º. Jorge Lorenzo (ESP/Yamaha) (*) sem tempo

Eliminados no Q1:

13º. Andrea Iannone (ITA/Pramac Ducati) 1min36s432
14º. Héctor Barberá (ESP/Avintia FTR-Kawasaki) 1min36s490
15º. Andrea Dovizioso (ITA/Ducati) 1min36s524
16º. Danilo Petrucci (ITA/Ioda Suter-BMW) 1min36s695
17º. Karel Abraham (TCH/Cardion Ducati) 1min36s791
18º. Colin Edwards (EUA/Forward FTR-Kawasaki) 1min37s143
19º. Bryan Staring (AUS/Gresini FTR-Honda) 1min37s315
20º. Claudio Corti (ITA/Forward FTR-Kawasaki) 1min37s625
21º. Yonny Hernández (VEN/Paul Bird Aprilia) 1min37s781
22º. Michael Laverty (IRN/Paul Bird PBM-Aprilia) 1min38s378
23º. Lukás Pesek (TCH/Ioda Suter-BMW) 1min38s704
24º. Iván Silva (ESP/Avintia FTR-Kawasaki) 1min39s077

(*) Garantiu presença no Q2 pela soma de tempos dos treinos livres, mas não vai participar da prova, por conta de uma fratura na clavícula esquerda.

Fonte: Leonardo Felix / MotorDream
Foto: Divulgação/MotoGP

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário abaixo, ou Assine o RSS desta página .

You can use these tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This is a Gravatar-enabled weblog. To get your own globally-recognized-avatar, please register at Gravatar.