Confira as novidades apresentadas no Sal√£o Duas Rodas
20 de novembro de 2017 – 13:49 | Coment√°rios desativados

As principais empresas do setor de motos do Brasil apresentaram suas novidades para 2018 no Sal√£o Duas Rodas, em S√£o Paulo. Mesmo em um mercado que ainda sente os efeitos da crise econ√īmica, foi poss√≠vel …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

“Para bater Vettel, precisamos vencer mais corridas”, alerta Raikkonen

Submitted by on 16 de agosto de 2013 – 11:32No Comment

02

Se ainda havia alguma d√ļvida sobre o sucesso do retorno de Kimi Raikkonen √† F1, a temporada 2013 as vem derrubando de forma implac√°vel. Aproveitando a confiabilidade e o √≥timo ritmo de corrida do s√≥lido modelo E21 da Lotus, o finland√™s √© o √ļnico piloto do grid a ter pontuado em todas as dez corridas da primeira metade do campeonato, ocupando assim a vice-lideran√ßa na tabela.

Entretanto, apenas a consist√™ncia n√£o tem sido suficiente para fazer com que o campe√£o de 2007 ameace Sebastian Vettel de forma incisiva, visto que o alem√£o da Red Bull j√° conquistou quatro vit√≥rias e ponteia o certame com 38 pontos de vantagem ‚Äď diferen√ßa que demanda, no m√≠nimo, uma vit√≥ria e um terceiro lugar para ser descontada. Vencedor da prova inaugural do calend√°rio, na Austr√°lia, e detentor de outras cinco presen√ßas no segundo degrau mais alto do p√≥dio (China, Bahrein, Espanha, Alemanha e Hungria), o escandinavo sabe que precisar√° de mais do que isso para superar o rival (e poss√≠vel futuro companheiro de equipe).

‚ÄúEstou de volta ao segundo [posto no Mundial], o que foi bom para a chegada das f√©rias. Terminei √† frente de Seb na Hungria, ent√£o marquei mais pontos do que ele, obviamente. [Mas] Para bat√™-lo, precisamos vencer corridas. Se continuarmos chegando em segundo, como fizemos v√°rias vezes neste ano, provavelmente n√£o ser√° o suficiente para o campeonato‚ÄĚ, alertou, em entrevista ao site oficial de sua equipe.

Segundo Raikkonen, um dos pontos que precisam ser evolu√≠dos com certa prem√™ncia √© o desempenho em classifica√ß√£o, que vem deixando a desejar em v√°rios momentos. Nas dez etapas j√° realizadas, o n√≥rdico manteve m√©dia de 6,4 nas posi√ß√Ķes de largada do grid, algo que vem dificultando suas aspira√ß√Ķes de vit√≥ria. ‚ÄúBem, √© claro que eu continuo dificultando minha vida nos s√°bados, e a√≠ acabamos pagando o pre√ßo [nos domingos]. Mas ainda temos um bom carro em corrida. Agora que temos pneus um pouco diferentes, precisamos entender exatamente como utiliz√°-los. Fizemos progresso em Budapeste, portanto a situa√ß√£o deve ser mais f√°cil em Spa. Para vencer, √© sempre melhor come√ßar mais perto do topo‚ÄĚ, insistiu.

Dos 22 competidores que comp√Ķem a F1 em 2013, Raikkonen √© de longe o mais bem-sucedido no GP da B√©lgica, pr√≥xima rodada do certame, com quatro triunfos (2004, 2005, 2007 e 2009). O piloto de 32 anos voltou a externar sua simpatia com o tra√ßado de Spa-Francorchamps, o mais longo e um dos mais velozes de todo o calend√°rio. ‚ÄúEu costumo conquistar bons resultados na B√©lgica, mas o que aconteceu no passado n√£o me ajuda no presente. √Č claro que tamb√©m n√£o atrapalha, ent√£o seria √≥timo vencer em Spa pela quinta vez. Se voc√™ vence uma corrida, ningu√©m marca mais pontos do que voc√™‚ÄĚ, enfatizou.

‚ÄúAposto que todo piloto gosta de Spa. Para mim, √© o melhor circuito do mundo. √Č meu local favorito. Gostei de l√° desde minha primeira visita, com a F-Renault, em 2000. Guardo boas mem√≥rias de l√° e √© um local que proporciona emo√ß√Ķes que n√£o se encontra em nenhum outro lugar. √Č √≥timo correr com um carro moderno em um circuito de verdade, com tanta tradi√ß√£o‚ÄĚ, completou.

Fonte: Leonardo Felix / Tazio
Foto: AP Photo/Hassan Ammar

Comments are closed.