Confira as novidades apresentadas no Salão Duas Rodas
20 de novembro de 2017 – 13:49 | Comentários desativados

As principais empresas do setor de motos do Brasil apresentaram suas novidades para 2018 no Salão Duas Rodas, em São Paulo. Mesmo em um mercado que ainda sente os efeitos da crise econômica, foi possível …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Mercado, Novidades

Os carros elétricos que prometem mudar o mercado

Submitted by on 24 de agosto de 2017 – 16:08No Comment

img_796x493$2017_08_11_15_53_30_315573

A corrida à liderança do automóvel eléctrico já começou, e vai necessariamente acelerar nos próximos anos. São muitas as marcas que têm divulgado planos e novos modelos neste segmento, que contará até 2020 com muitas alternativas ao dispor dos clientes, que começam a abandonar as tradicionais resistências.

Para já, há duas áreas nas quais todas as marcas parecem estar a apostar: a autonomia e o preço. Com a evolução da tecnologia, o grau de autonomia dos novos carros – com um carregamento completo – ficará acima dos 400 quilómetros, afastando os receios dos condutores, sobretudo nos EUA, onde esta é uma questão mais determinante. E, no que toca ao preço, há várias propostas entre os 25 e os 40 mil dólares, segundo um trabalho da Business Insider.

Não sendo a marca que mais vende, a Tesla é aquela para a qual todos olham, sobretudo depois do lançamento do Model 3, que tem um preço a partir dos 35 mil dólares. A marca de Elon Musk só começará a entregar estes carros na Europa daqui a um ano. Aquilo que é certo é que esta é uma jogada num segmento de preço que permite a um carro eléctrico de grande qualidade ser competitivo com muitos outros segmentos, ligeiramente acima e ligeiramente abaixo.

A Volkswagen, com o seu ID, e um SUV Ford, por exemplo, estarão no mercado em 2020. Também nesse ano é esperada a introdução do Tesla Model Y, um SUV compacto. Antes disso será a vez da Volvo apresentar o seu veículo totalmente eléctrico.

Há ainda automóveis que prometem mudar o jogo mais cedo. É o caso do Chevrolet Bolt, que já é vendido nos EUA por 30 mil dólares (já descontando o valor do crédito fiscal por se tratar de um carro eléctrico). E da nova versão do popular e pioneiro Nissan Leaf. Este carro será apresentado em Setembro e deverá continuar a marcar diferença para a concorrência no preço, destinando-se a um segmento abaixo da nova concorrência. Será o primeiro desta “fornada” a estar disponível no mercado nacional.

Há mais modelos já no mercado e outras marcas a reforçar a aposta. Por outro lado, há que contar ainda com a fiscalidade portuguesa, pelo que só quando os modelos estiverem à venda em Portugal se conseguirá ter uma noção da sua competitividade. Mas a tendência de descida é clara.

Uma coisa parece certa, as marcas estão a esforçar-se por marcar uma posição naquele que é visto como o segmento do futuro (alguns dos modelos têm também opções de condução autónoma). Os automóveis eléctricos de hoje e de manhã terão maior autonomia, serão mais eficientes e custarão cada vez menos. Neste ambiente de concorrência, quem ganha é o consumidor.

Texto: Redação

Fonte: Jornal de Negócios

Rodão

Comments are closed.