Nova Honda CRF 450L é moto de trilha para rodar na rua
29 de maio de 2018 – 10:43 | Comentários desativados

Versão amansada da CRF 450R de motocross encara o off-road pesado, mas também é homologada para uso nas estradas
A Honda apresentou a nova CRF 450L nos Estados Unidos e na Europa com uma proposta interessante. …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Novidades

Nova Honda CRF 450L é moto de trilha para rodar na rua

Submitted by on 29 de maio de 2018 – 10:43No Comment

img138567-1527191310-v580x435

Versão amansada da CRF 450R de motocross encara o off-road pesado, mas também é homologada para uso nas estradas
A Honda apresentou a nova CRF 450L nos Estados Unidos e na Europa com uma proposta interessante. O modelo mescla o melhor do off-road “puro sangue”, herdado da CRF 450R, mas também pode rodar em ruas e estradas.

Equipada com retrovisores, farol e lanternas, a nova CRF 450L oferece muita tecnologia e compostos nobres, mas cobra por isso. Nos Estados Unidos, o modelo é vendido por US$ 10.500 – ou R$ 38 mil, numa conversão direta.
Como toda off-road a nova CRF 450L é uma moto alta para superar qualquer obstáculo. A distância mínima do solo é de 31,5 centímetros, enquanto o banco está a quase 80 cm do chão. A ciclística conta com quadro em alumínio, roda dianteira de 21 polegadas e traseira de 18, além de freio a disco em ambas as rodas.

Confira os equipamentos disponíveis no Shopping.MOTO.com.br!

Destaque para as suspensões topo de linha. O garfo dianteiro invertido e regulável é da marca Showa com tubos de 49 mm. A balança traseira usa o sistema Pro-Link, também ajustável. O conjunto tem a função de absorver os impactos de uma pista de motocross ou até mesmo de uma lombada na estrada. Além de superar obstáculos, a suspensão deve manter a roda traseira no chão enquanto o motor despeja potência.

O motor de um cilindro e 449.7 cm³ é esguio e muito pequeno. Chama atenção sua elevada taxa de compressão de 12.0:1 (similar ao de muitas motos esportivas), mas ainda menor do que a radical versão R, de competição. Ele conta com quatro válvulas e injeção eletrônica. A versão “L” é mais domável nas ruas, mas tem potência o bastante para vencer os obstáculos no fora de estrada – embora a Honda não tenha divulgado este dado. O câmbio tem seis marchas.
Amansada
O som do escapamento foi restringido para se adequar às normas de emissões de ruído. Estar adequada a tais restrições foi um dos grandes desafios no desenvolvimento do modelo que usa uma ponteira (na versão de competição, são duas).

Outra herança do mundo off-road é o pequeno tanque de combustível. Moldado em titânio, o componente tem capacidade para apenas 7,5 litros. A bateria de íons de lítio também ajuda a reduzir o peso do modelo que é de apenas 132 kg (pronta para rodar).

Quer vender sua moto? Anuncie no MOTO.com.br!

A moto é destinada para o praticante de enduro que deseja subir na moto e curtir os desafios de um trilha sem ter de colocar a a moto na carreta. Para isso a nova CRF usa farol, lanterna e piscas com lâmpadas de LED e traz também descanso lateral. Seu painel, totalmente digital, tem apenas o necessário, como luzes de advertência, hodômetro e velocímetro.
Essa mesma fórmula apresentada pela Honda já esteve no Brasil com a Suzuki DR 400Z, que tinha uma versão “de rua” com piscas, farol, lanterna e podia ser emplacada. Nos Estados Unidos, a Honda CRF 450L enfrentará a concorrência da KTM 500 EXC-F que por lá custa 11 mil dólares. Ou seja, esse tipo de moto é de uso especifico e destinada para quem tem muita habilidade e um bom dinheiro na conta.

Texto: redação

Fonte: Agencia infomoto

Portal Rodão

Comments are closed.