Toyota testará carro ‘falante’ e autônomo até 2020
17 de outubro de 2017 – 11:54 | Comentários desativados

A Toyota Motor disse nesta segunda-feira (16) que começará a testar um carro elétrico autônomo em torno de 2020, o modelo usará inteligência artificial (IA) para interagir com os motoristas.
O carro, cujo modelo conceito foi …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Motos

No Brasil em 2015, Scrambler é moto da Ducati para conquistar jovens

Submitted by on 21 de julho de 2014 – 11:16No Comment

06

Utilizando nome de sucesso no passado, a Ducati vai lançar em 2014 uma reedição da Scrambler, moto fabricada entre os anos de 1962 e 1974. Apesar de buscar inspiração no clássico, a intenção da marca é a de conquistar o público jovem com esta moto, motociclistas que estão ingressando no mundo das motocicletas.

“A Scrambler é a resposta a quem deseja um produto premium, mas quer divertimento. Assim vamos ampliar a base de nossos clientes”, disse Claudio Domenicali, neste sábado (19), durante a 8ª edição do World Ducati Week, um encontro para apaixonados por motocicletas e fãs da marca, em Misano Adriatico, na Itália.

O visual da moto e suas especificações técnicas ainda foram divulgados, mas a empresa mostrou um protótipo no evento dentro de um contêiner e não permitiu tirar fotos. O G1 teve acesso à moto que reúne um visual que remete ao modelo original, mas com toques de modernidade.

As linhas do tanque e do assento praticamente mantiveram o conceito original, mas o restante da moto ganhou tecnologia, como luzes de LED e painel digital.

Seu motor é um bicilíndrico de média cilindrada, aparentemente o mesmo da Monster 796.

A linha atual da Ducati tem como idade média dos clientes 42 anos e, com seu estilo despojado, deve alcançar clientes a partir de 20 e poucos anos.
Para “entrar na cabeça” desse público, o designer escolhido para a nova Scrambler foi Julien Clement, de apenas 25 anos. “Foi meu primeiro projeto e estou muito feliz. Começamos em setembro de 2011″, afirmou Clement.

“A produção começa no início do próximo ano e as vendas devem começar no Brasil no final de 2015”, disse Ricardo Susini, diretor-geral da Ducati do Brasil. De acordo com a empresa, esta será a moto de entrada da marca, porém, não indica que a fabricante partirá para produtos de baixa cilindrada, como KTM, Triumph e BMW.

“Não venderemos motos de pequena cilindrada, ao contrário do que outras marcas estão fazendo, vamos manter nossa linha premium”, afirmou Domenicali. A Scrambler será uma opção para competir com a Triumph Boneville, porém, com uma dose de esportividade maior pelo lado da Ducati.

Marca quer mudar imagem no Brasil
Para o CEO da Ducati, o Brasil é um dos países chave para a marca que possui como pilares o desenvolvimento de novos produtos e a internacionalizações. Após vender 44.200 unidades em 2013, a empresa apresentou crescimento de 3% mundialmente no 1º semestre de 2014.

No entanto, a empresa enfrentou recentes dificuldades no Brasil e Domenicali garante que isso será mudado. “Tivemos problemas com o antigo importador e com o concessionário em São Paulo. Nós estamos trabalhando para mudar nossa imagem no país e mostra a verdadeira experiência do que é nossa marca”, disse Domenicali, ao G1.

Atualmente, a Ducati possui subsidiária própria no Brasil e monta motos em Manaus por meio de parceria com a Dafra. Para o futuro, a fabricante italiana não descarta a possibilidade de ter uma fábrica própria no país. “Estamos monitorando e depende da resposta que o país irá dar. A médio prazo continuaremos com a Dafra e ficamos felizes com a parceria. Mas a longo prazo, sim, podemos”, respondeu Domenicali sobre uma possível planta da Ducati em Manaus.

Fonte: Rafael Miotto / G1
Foto: Rafael Miotto/G1

Comments are closed.