Apesar de política indefinida, empresas testam mercado de carros elétricos no Brasil
25 de setembro de 2017 – 16:42 | Comentários desativados

Enquanto o governo não define uma política para carros elétricos e híbridos, novas empresas do ramo chegam para testar o mercado brasileiro. A Hitech Electric, do brasileiro Rodrigo Contin, iniciou em maio a importação de …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Campeonatos

Nascar investiga possível rodada proposital de Bowyer em Richmond

Submitted by on 9 de setembro de 2013 – 13:44No Comment

15

A organização da Nascar está investigando se a equipe de Michael Waltrip manipulou o andamento da etapa de Richmond da Sprint Cup, no último sábado, para garantir a classificação de um de seus pilotos, Martin Truex Jr., ao Chase da principal divisão da categoria.

Com uma vitória no misto de Sonoma, o piloto do #56 era um daqueles que lutavam pelas últimas vagas restantes para os playoffs da temporada, e ficaria praticamente sem chances de se classificar caso um de seus rivais diretos conquistasse, no oval de 0,7 milha, seu segundo triunfo no certame.

Quem estava muito perto dessa conquista era Ryan Newman, que liderava a prova até restarem oito voltas para o final. Foi quando Clint Bowyer, companheiro de Truex na Waltrip, rodou sozinho e gerou uma providencial bandeira amarela, que forçou os competidores de fazerem um pitstop extra. O piloto da Stewart-Haas recebeu um trabalho ruim de seu time e acabou superado por Carl Edwards e Kurt Busch no retorno à pista, concluindo em terceiro.

Pelo rádio, a Nascar flagrou uma conversa entre Bowyer e o chefe de mecânicos de seu carro, Brian Pattie, pouco antes do incidente, que acende as suspeitas sobre uma possível rodada proposital. “O #39 [Newman] vai vencer a corrida”, alertou Pattie ao seu pupilo. “Isso é uma droga”, respondeu Bowyer, que escapou da pista logo depois.

No fim, Bowyer e outro representante da Waltrip, Brian Vickers, ainda foram chamados para um splash and go (para a surpresa do último, que ficou sem entender nada do que estava acontecendo via rádio), completando só em 24º e 25º. Já Truex Jr. cruzou em sétimo e ainda contou com um resultado ruim de Joey Logano, 22º, para terminar a temporada regular entre os dez primeiros, sem nem precisar de uma das duas vagas do wild-card.

“É a coisa mais maluca que eu já vi. Não sei se eles [organizadores] podem avaliar [a telemetria] dos freios e do acelerador, mas ele [Bowyer] estava sacudindo seu carro no meio da pista e aí rodou”, relatou Dale Earnhardt Jr., um dos que reclamaram publicamente da postura do #15.

Bowyer e Truex se defenderam: “Acho que tivemos um pneu furado ou algo assim. Estávamos liderando a prova, depois ficamos para trás e eles estavam se distanciando de nós. Eu fiquei cada vez mais apertado [na curva], e aí o #88 [Dale Jr.] apareceu bem na hora que eu dei o pé no acelerador de novo, me acertou e eu girei”, argumentou o primeiro. “Eu nem sabia o que estava acontecendo até o fim da prova. Sinceramente, não faço ideia. Eu corri dando meu sangue a noite toda, que é tudo o que eu posso fazer”, acrescentou seu colega.

Em 2004, a Nascar tirou 25 pontos e multou em US$ 10 mil o próprio Dale Jr., por rodar propositalmente na prova de Bristol. Na ocasião, o americano forçou uma amarela para não tomar volta dos líderes, já que havia perdido a porca de uma das rodas e corria o risco de ver o pneu se soltar em bandeira verde.

Fonte: Leonardo Felix / Tazio
Foto: AP Photo/Steve Helber)

Comments are closed.