Documento de veículos de papel continua com emissão obrigatória mesmo com versão digital
18 de dezembro de 2018 Р9:58 | Comentários desativados em Documento de veículos de papel continua com emissão obrigatória mesmo com versão digital

Contran alterou regra que previa que motoristas poderiam optar por emitir somente a versão física ou a digital do CRLV. Na hora de dirigir, condutor poderá escolher qual modelo usar.
O Conselho Nacional de Tr√Ęnsito (Contran) …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

Minardi critica veto ao carro de 2014 da Marussia

Submitted by on 9 de fevereiro de 2015 – 13:05No Comment

01

A decis√£o do Grupo de Estrat√©gia da F1, que barrou a entrada da Marussia no grid ‚Äď com o carro de 2014, gerou descontentamento em algumas pessoas na categoria, entre eles o fundador e ex-chefe de equipe da Minardi, Giancarlo Minardi.

O dirigente entre os anos de 1985 e 2001, e posteriormente consultor do time comandado por Paul Stoddart, classificou a decis√£o como absurda e antiesportiva. Minardi ainda acusou dirigentes de desejarem o pr√™mio de US$ 45 milh√Ķes que cabe a escuderia pelo seu nono lugar na temporada passada.

‚Äú√Č um absurdo, um comportamento antidesportivo. Os times pequenos restantes esperam dividir o que sobrou do pr√™mio da Marussia, mas talvez eles n√£o estejam contando at√© dez. Tire as duas Belas Adormecidas, Marussia e Caterham, e o grid encolhe‚ÄĚ, ironizou.

‚ÄúA √ļltima fileira seria ocupada por times com maiores or√ßamentos e ambi√ß√Ķes, como a pr√≥pria Force India, Sauber e Lotus. Isso pode ter s√©rias consequ√™ncias comerciais e em termos de imagem‚ÄĚ, comentou.

A Minardi ficou no grid até o fim de 2005, quando foi vendida para a Red Bull e passou a ser conhecida como Scuderia Toro Rosso.

Fonte: Amigos da Velocidade

Comments are closed.