Conheça a moto feita ‘quase completamente’ por uma impressora 3D
7 de dezembro de 2018 – 12:19 | Comentários desativados em Conheça a moto feita ‘quase completamente’ por uma impressora 3D

Chamada de Nera, a motocicleta tem chassi, carenagens e até pneus feitos pelo sistema. Apenas motor e parte elétrica são produzidos de maneira convencional.
A ideia de criar diversos objetos com o uso de uma impressora …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

Mercedes terá pacote competitivo no ano que vem, assegura Hamilton

Submitted by on 12 de agosto de 2013 – 11:30No Comment

05

Lewis Hamilton acredita que a Mercedes terá um dos pacotes mais competitivos em 2014, quando a F1 adotar motores turbocomprimidos de menor capacidade. A alteração no regulamento vai ser a primeira chance dos engenheiros revisarem os carros da categoria desde 2009.

“Não estou pensando muito sobre isso, mas tenho certeza que a Mercedes HPP [High Performance Powertrains, na sigla em inglês] fará um trabalho incrível no motor”, declarou o inglês. “Teremos um propulsor muito forte no próximo ano. Vai ser difícil para todos. Nas novas regras, você terá que cobrir uma maior distância [de combustível] e a confiabilidade será um fator importante.”

O britânico também acredita que a escuderia alemã aprendeu as lições da atual temporada e, além de um motor confiável, vai construir um chassi mais sólido.

“Os pneus, sem dúvida, vão ser um problema, como sempre, mas estou tranquilo quanto à equipe e ao entendimento dela sobre os progressos no túnel de vento e o processo de desenvolvimento ao longo da temporada. Estou confiante de que, no ano que vem, estaremos numa posição competitiva”, concluiu.

Com duas vitórias no atual campeonato, Nico Rosberg declarou que já começou a trabalhar no carro da próxima temporada.

“Quero dar minha contribuição. Chegará um ponto em que as coisas não poderão ser mudadas, por isso quero me envolver e obter uma vantagem inicial. Estamos analisando isso, é um processo gradual e, cada vez mais, entramos nele conforme o ano transcorre”, explicou.

“É [uma mudança] muito interessante. Haverá mudanças grandes e você não sabe de onde virá as principais vantagens de desempenho. Virá do motor? Ou do carro? Temos que esperar e ver.”

Diferentemente de Ferrari e Renault, a Mercedes-Benz nunca produziu um propulsor turbocomprimido para a F1. No início dos anos 80, a Ferrari venceu dois Mundiais de Construtores com um motor turbo de 1,5 litros, o 021.

Fonte: Lucas Berredo / Tazio
Foto: Mercedes/Divulgação

Comments are closed.