Volks apresenta versão de rali do novo Polo
14 de dezembro de 2017 – 14:48 | Comentários desativados

A Volkswagen revelou junto com a nova geração do Polo GTI (que não vem para o Brasil) a versão de rali que correrá na categoria R5 do WRC 2 (segmento intermediário do Campeonato Mundial de …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Novidades

Mercedes-Benz revela oficialmente o novo Classe S 63 AMG

Submitted by on 17 de julho de 2013 – 11:27No Comment

09

Depois de flagras, vazamento de imagens e especulações, a Mercedes-Benz revelou oficialmente o novo Classe S 63 AMG. Esteticamente, o sedã preparado pela divisão esportiva da marca alemã mostra aquilo que fotos vazadas já anteciparam. Os para-choques tem um desenho conservador, porém mais agressivo com generosas entradas de ar e saias laterais mais pronunciadas. Para dar um toque mais esportivo, as rodas são de 19 polegadas e o sistema de escapamento ostenta quatro saídas. A novidade é a confirmação de uma versão com entre-eixos alongado.

Na parte mecânica, nem 543 nem 570 cv. O Classe S apimentado é equipado com um motor V8 5.5 litros biturbo capaz de gerar 593 cv e monstruosos 91,7 kgfm de torque. A potência é gerenciada por um câmbio automático de sete velocidades. Com opções de tração traseira ou integral, o Classe S 63 AMG cumpre o zero a 100 km/h em apenas 4,4 segundos. A velocidade máxima é, limitada eletronicamente, de 250 km/h.Comparado a geração anterior, o Classe S 63 AMG 2014 passou por uma pequena “dieta” e perdeu 100 kg – para um total de R$ 1.970. E de acordo com a fabricante alemã, o consumo combinado é de 9,8 km/l – na versões com tração traseira – e 9,6 km/l com tração integral 4MATIC.

Os novos equipamentos também influem na hora de dirigir a Classe S. Um dos mais interessantes está na suspensão. Radares e câmaras ao redor do carro conseguem “ler” o terreno e o trajeto 15 metros à frente do modelo – e até velocidades de 130 km/h. A partir daí, um computador define o melhor acerto de suspensão possível, e muda a rigidez dos amortecedores a ar. De acordo com a Mercedes, isso melhora não só o conforto, mas também reduz as rolagens de carroceria em curvas.

Para ser feito na fábrica alemã em Sindelfingen, a instalação recebeu um investimento de mais de 1 bilhão de euros – cerca de R$ 2,66 bilhões. A unidade, uma das mais modernas do mundo, tem o sistema “pick-by-projetor”, que ajuda o trabalhador a escolher a peça que necessita apenas dando um sinal para o dispositivo de armazenamento que guarda a peça. Outro sistema permite a produção em grande escala de ligas de alumínio para rodas e carroceria. A Mercedes ainda diz que o consumo de energia para fazer cada carro na fábrica foi reduzido em torno de 20%.

Fonte: Raphael Panaro / MotorDream
Foto: Divulgação

Comments are closed.