Ford GT. Toda a tecnologia da competição ao serviço do condutor
21 de julho de 2017 – 13:33 | Comentários desativados

O Ford GT de estrada foi desenvolvido em paralelo com o modelo de competição, com recurso à mesma tecnologia. São 50 sensores, 25 computadores de bordo… e 2 suportes de copos?
Depois do lançamento no final …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

McLaren terá mesma atenção em 2014, diz dirigente da Mercedes

Submitted by on 17 de outubro de 2013 – 13:25No Comment

09

O ano de 2014 marca o fim de 19 anos de parceria entre McLaren e Mercedes e muito se especula sobre uma possibilidade de tratamento diferenciado da marca de Stuttgart com o time inglês, que em 2015 passa a ser impulsionado pela Honda.

De acordo com Toto Wolff, a equipe chefiada por Martin Whitmarsh vai usar os mesmos propulsores usados pela equipe principal sem nenhum tipo de diferenciação.

“A McLaren é um cliente com quem temos uma longa história, portanto vamos fazer de tudo para apoiá-los. Estamos em tempos modernos, em que não há diferenças nas especificações, até porque isso não é permitido pelo regulamento. Nosso apoio será igual ao que damos a qualquer outro”, disse.

Para Jonathan Neale, diretor da McLaren, apenas os dados do desenvolvimento dos motores nãos serão totalmente liberados para que não sejam, repassadas à marca nipônica.

“Trabalhei na Mercedes por um longo período e os conheço bem. Quando se tem limite de motores – poderemos usar só cinco unidades por ano em cada carro, ou seja, os tempos em que usávamos seis em um só fim de semana já eram -, a linha de produção tem que ser a mesma, a fim de garantir a qualidade. Não dá para ter um modelo ‘A’, outro ‘B’ e outro ‘C’”, argumentou.

“Paridade é algo que vai dar à Mercedes a qualidade e a representatividade que a marca quer, portanto eu não temo isso de forma alguma. Em termos dos serviços que eles nos prestam, está claro que eles não vão revelar trabalhos internos ou o que está acontecendo no desenvolvimento. Não me preocupo com a qualidade do time de engenheiros de motor que teremos na garagem, nem com o apoio que receberemos de Brixworth”, concluiu.

Fonte: Amigos da Velocidade

Comments are closed.