Nissan planeja ofensiva ‘verde’ com Leaf e produção de híbridos no Brasil
22 de agosto de 2018 – 15:44 | Comentários desativados

Enquanto prepara mais versões da Frontier, agora produzida na Argentina, e a nova geração do March para os próximos anos, a Nissan quer incluir o Brasil na onda dos veículos elétricos e híbridos, que consomem …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

Massa diz que ainda se vê por mais anos na F1

Submitted by on 2 de dezembro de 2013 – 10:54No Comment

08

Felipe Massa colocou no último domingo (24) um ponto final em sua história com a Ferrari ao concluir o GP Brasil e encerrar a temporada, mas tanto a vida do time italiano quanto a dele, seguem em rumos distintos.

Se a escuderia terá em 2014 Fernando Alonso e Kimi Räikkönen como pilotos, Massa será competidor da Williams e ele conversou neste domingo com o jornal “O Estado de S. Paulo” a respeito de seu novo momento.

“É importante você ter toda a força da equipe com você, se sentir peça importante, assumir a liderança e contar com toda a confiança possível de todas as pessoas do grupo. Quando vivi isso, demonstrei bom resultado no final”, disse.

“Neste momento, estou pronto para dar tudo o que posso e conseguir esses resultados de novo, não só para mim, como para a equipe. Estou supermotivado, feliz. A maior parte da minha carreira vivi na melhor escuderia da Fórmula 1, a Ferrari. Na Williams, meu principal trabalho vai ser usar o que aprendi para criar as condições necessárias para lutar pelos melhores resultados. É um recomeço, um estímulo novo”, comentou.

“O dia em que você não se enxergar mais campeão é porque não está fazendo a coisa certa. Confio no meu taco, faz parte, sim, do meu sonho vencer o campeonato. Se você tem um sonho, tem de lutar para torná-lo real”, falou o brasileiro, que ainda se vê por mais alguns anos na categoria.

“Porque eu acho que tenho ainda o que fazer na Fórmula 1. É o que eu gosto de fazer. É difícil deixar a carreira. Tenho só 32 anos, muita vontade, não estou na época de parar. Para mim, idade para abandonar a Fórmula 1 é de 35 anos para frente. Eu me sinto com gás para lutar e com potencial, ainda, para vencer. Enquanto não tinha nada na mão, ficava pensando no travesseiro. Tenho ainda uns três ou quatro anos pela frente na Formula 1″, encerrou.

Fonte: Amigos da Velocidade

Comments are closed.