Toyota testar√° carro ‘falante’ e aut√īnomo at√© 2020
17 de outubro de 2017 – 11:54 | Coment√°rios desativados

A Toyota Motor disse nesta segunda-feira (16) que come√ßar√° a testar um carro el√©trico aut√īnomo em torno de 2020, o modelo usar√° intelig√™ncia artificial (IA) para interagir com os motoristas.
O carro, cujo modelo conceito foi …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Mercado

Luxo cresce dez vezes acima do mercado no primeiro semestre de 2013

Submitted by on 23 de julho de 2013 – 10:55No Comment

17

O mercado de luxo no Brasil cresceu dez vezes mais que o mercado nacional no primeiro semestre de 2013. A elevação das vendas do segmento Premium se deu devido às cotas de importação sem incidência de IPI majorado.

Habilitadas no Inovar-Auto, as quatro marcas que mais se destacam no mercado registraram alta de 55% no período em relação a 2012, quando não era permitida a importação sem os 30% de IPI adicionais. Dessa forma, foi possível introduzir preços competitivos, que fizeram muitos consumidores adiantarem suas compras ou mesmo mudando de segmento com a oportunidade.

Foram licenciados 18.617 ve√≠culos da Audi, BMW, Land Rover e Mercedes-Benz. Nesta √ļltima, as vendas quase dobraram, chegando a 4.363 unidades. Apesar de ter outras f√°bricas no Brasil, a Daimler n√£o tem uma espec√≠fica para carros e por isso foi uma das mais prejudicadas com o aumento do IPI para importados.

Já a BMW conseguiu não só as cotas de importadora, mas também de produtora, pois já confirmou a fábrica em Santa Catarina e diversos acordos para sustentar a operação no país. A marca alemã promoveu um mega desconto no primeiro semestre, reduzindo os preços de vários modelos.

Além dos 4.800 carros à que tem direito no Inovar-Auto, a fábrica de Araquari/SC garantiu outra cota adicional de quase 8.000 carros. Ou seja, mais de 12.000 carros sem IPI majorado. Assim ficou fácil para a BMW liderar o segmento com alta de 65% e 6.138 vendidos nos primeiros seis meses, o que dá menos da metade da cota reservada.

Já a Land Rover teve alta de 30% e ainda não se decidiu sobre a fábrica no país. Foram 5.314 utilitários vendidos, sendo o Range Rover Evoque o destaque da marca inglesa. Por fim, a Audi também cresceu 30% com a venda de 2.800 carros no período, destacando-se o Audi A3. No entanto, a empresa fechar 2013 com 7.000 vendidos. Ela também não anunciou fábrica ainda, que poderá ser compartilhada com a Volkswagen no Paraná.

Fonte: Auto Data / Notícias Automotivas

Comments are closed.