Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador
13 de setembro de 2019 – 14:45 | Comentários desativados em Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador

Estande da BMW no Salão de Frankfurt dá spoilers sobre as novas gerações do Série 4, além de novidades para o nicho dos SUV-cupê e um novo carro elétrico.
Uma das atrações da BMW  no Salão …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Motos

Kawasaki lança nova Z1000 no Brasil por R$ 48.990

Submitted by on 31 de março de 2014 – 11:15No Comment

14

A Kawasaki apresentou neste domingo (30), em Sumaré (SP), a nova Z1000 para o mercado brasileiro. Com visual totalmente modificado, o modelo da categoria naked (sem carenagens) custa a partir de R$ 48.990 em sua linha 2015. A empresa também aproveitou para lançar a atualização da Ninja 1000, agora na versão Tourer, como já havia prometido no Salão Duas Rodas 2013, que tem valor de R$ 56.990 – ambas são montadas em Manaus.

Veja preços:
Z1000 – R$ 48.990
Z1000 Special Edition – R$ R$ 49.990
Z1000 ABS – R$ 51.990
Z1000 ABS SE – R$ 52.990
Ninja 1000 Tourer- R$ 56.990

A Ninja 1000, modelo esportivo e estradeiro, passou por uma atualização, recebendo retoques no visual, além da importante adição do controle de tração e sistema de modos de potência ao conjunto. Para o modelo 2015, a Kawasaki resolveu disponibilizar no Brasil apenas a versão Tourer ABS, com sistema de freios anti-travamento e maletas laterais – as vendas das duas motos começam até o final de abril.

Z1000
No caso da Z1000, as alterações foram mais profundas, ganhando visual totalmente diferenciado. Passando por modificações no conjunto, desde a das suspensões, até o motor, a nova Z1000 manteve a cilindrada em seu tetracilíndrico, com 1.043 cc – as novidades do motor também valem para a Ninja 1000, já que ambas dividem o mesmo tetracilíndrico.

No entanto, o motor rende 142 cavalos de potência, contra 138 cavalos de sua antecessora. Com freios ABS como opcional, a empresa optou por não equipar a moto com controle de tração. No visual, grandes mudanças, com novas carenagens nas laterais do tanque, mas, a principal ocorreu na dianteira com farol estilizado que lembra uma máscara.

Sua posição de pilotagem se tornou mais esportiva, com o guidão posicionado de modo mais baixo e mais avançado. O tanque aumentou dois litros, passando de 15 litros para 17 litros.

Fonte: Rafael Miotto / G1
Foto: Osvaldo Furiatto / VGCOM

Comments are closed.