Elétrico Nissan Leaf é lançado no Brasil por R$ 195 mil
19 de julho de 2019 – 14:11 | Comentários desativados em Elétrico Nissan Leaf é lançado no Brasil por R$ 195 mil

Valor é R$ 16,5 mil mais caro que o da pré-venda. Modelo foi apresentado no Salão do Automóvel de 2018 e teve 20 unidades vendidas até julho.
A Nissan lançou nesta quinta-feira (18) seu primeiro carro …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Mercado, Novidades

Jaguar divulga preços do seu novo modelo mais barato no Brasil, o XE

Submitted by on 21 de agosto de 2015 – 8:52No Comment

jaguarxe_3

A Jaguar apresentou oficialmente nesta terça-feira (18), em São Paulo, seu novo modelo de entrada no mercado brasileiro. Com preços a partir de R$ 169.900, o sedã compacto XE será mais uma opção no mercado premium, onde BMW Série 3, Mercedes-Benz Classe C e Audi A4 e A5 dominam.
Com pré-venda a partir desta terça-feira, o sedã médio chega às concessionárias do país em outubro, cerca de 1 ano depois de ser lançado em Londres, com uma passagem surpreendente no Salão do Automóvel de São Paulo em 2014.
Serão 2 versões. Uma com motor 2.0 turbo a gasolina, que desenvolve até 240 cavalos de potência e 24,5 kgfm de torque, e outra com um V6 3.0, de 340 cv e 34,6 kgfm de torque, também a gasolina. Ambas são acompanhadas de câmbio automático de 8 velocidades – a transmissão manual, disponível na Europa, não vem para o Brasil.

A versão 2.0 se desdobra em 3 configurações diferentes. A 3.0 é a topo de linha.

Veja os preços e detalhes das versões:

XE Pure 2.0 – R$ 169.900
Itens de série: tela multimídia de 8 polegadas com USB/Auxiliar e Bluetooth, sistema de vetorização de torque, faróis de xênon, start-stop, computador de bordo.

XE Pure Tech 2.0 – R$ 177.000
Itens de série: acrescenta teto-solar, câmera de ré e sensor de chuva.

XE R Sport 2.0 – R$ 199.900
Itens de série: acrescenta suspensão esportiva, faróis adaptativos, bancos esportivos e rodas de 18 polegadas.

XE S V6 3.0 – R$ 299.000
Itens de série: acrescenta amortecedores eletrônicos adaptativos, head-up display que projeta informações no para-brisa, controle de cruzeiro adaptativo, chave com sensor de presença e rodas de 19 polegadas.

Mais potente
O XE tem o preço inicial mais alto do que seus concorrentes. O Série 3 começa em R$ 141.950; o Classe C, em R$ 134.900; o Audi A4, em R$ 138.190; e o A5, em R$ 156.190.
Porém, as versões de “entrada” do BMW e do Mercedes tem menor potência (184 cv e 156 cv, respectivamente). O Classe C, aliás, vai até 211 cv, na versão C 250 Sport – fora as versões AMG, com preparação esportiva. Ela custa R$ 195.900.
A4 e A5 têm única opção de motor, também inferior (1.8 de 170 cv e 2.0 de 225 cv, respectivamente).
Na BMW, o Série 3 equivalente seria o 328i Sport GP, de 245 cv (flex), que custa R$ 203.950. E ainda o 335i M Sport, de 306 cv, sai por R$ 295.950.

Bem equipado
Mesmo sendo o modelo mais barato da linha, o XE compartilha itens com o esportivo F-Type (com preços acima de R$ 400 mil), entre eles o motor V6, a transmissão e a suspensão dianteira. Segundo Gabriel Patini, gerente de marketing da Jaguar, o volante também foi “inspirado” no F-Type.
Entre os equipamentos de série, o XE terá uma tela sensível ao toque de 8 polegadas, aletas (ou borboletas) para troca de marcha no volante, start-stop para economia de combustível e farol de xênon.

Visual esportivo
O design do XE segue os demais modelos da marca, com foco na esportividade. Os faróis são ligeiramente mais afilados do que os do XF, sedã posicionado imediatamente acima da novidade. Já a traseira, de acordo com a Jaguar, é outra parte que tem traços do F-Type.
Nas dimensões, o XE tem 4,67 m de comprimento, 2,83 m de entre-eixos, 1,85 m de largura e 1,42 m de altura. O peso é de 1.530 kg a 1.665 kg. As medidas são muito parecidas com as do novo Classe C, que tem 4,69 m, 2,84 m, 1,81 m, 1,44 m e 1.395 kg, respectivamente.
De acordo com a Jaguar, 75% da carroceria do XE é composta de alumínio de alta resistência, o que torna o modelo mais leve e resistente a impactos, e o único da categoria com este índice.

Mais um ‘brasileiro’?
A fabricante acredita que pode atingir 600 unidades emplacadas no Brasil em 1 ano.
Ainda há grande possibilidade de o sedã ser montado no Brasil, ao lado do Discovery Sport, que tem previsão para sair da futura fábrica de Itatiaia (RJ) em 2016.
No entanto, o presidente da Jaguar Land Rover do Brasil, Terry Hill, procurou despistar. “Terá uma hora para (falar) disso. Por enquanto, nosso foco é terminar a fábrica, que está quase pronta. O objetivo é garantir a qualidade de produção do Discovery Sport”, afirmou. No evento, ele confirmou ao G1 que o Brasil será um dos mercados que receberão o futuro SUV da marca, F-Pace, que será apresentado no mês que vem, no Salão de Frankfurt.

FONTE: G1

Comments are closed.