Surpresa! Xiaomi anuncia entrada no mercado de automóveis com seu primeiro SUV
12 de abril de 2019 – 12:07 | Comentários desativados em Surpresa! Xiaomi anuncia entrada no mercado de automóveis com seu primeiro SUV

A gigante chinesa Xiaomi já faz, com muita competência, smartphones, computadores, pulseiras inteligentes, scooters e todo os tipo de produto que ajuda a nossa vida, mas faltava, talvez, a cereja do bolo. A empresa, agora …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Motos

Já é possível comprar motocicletas Ducati por consórcio

Submitted by on 2 de julho de 2014 – 13:10No Comment

06

Como a Ducati foi adquirida pela Audi, que por sua vez pertence ao Grupo Volkswagen, a partir de agora já será possível comprar uma motocicleta da marca italiana por meio de um consórcio. Neste caso, é o Consórcio Nacional Volkswagen, empresa também pertencente ao grupo, mais exatamente à Volkswagen Serviços Financeiros, que tem mais de 35 anos. O consórcio prevê planos para os principais modelos da Ducati, em todas as capitais brasileiras.

Entre as opções oferecidas há o Plano Mais Leve para a Ducati Monster 796, que tem parcelas de R$ 444, 77 e prazo de até 72 meses. Nesse plano, as prestações são reduzidas de 1,3889% para 0,9259% sobre o valor corrigido da motocicleta até a contemplação, acrescido da taxa de administração de 14,5% e fundo de reserva de 3,5%. Grupo de 72 meses com 432 participantes, com 4 contemplações mensais por assembleia, uma por sorteio e três por lance.

Para a top de linha Ducati Multistrada Pikes Peak há o plano Gold, com prestações de 1,667% sobre o valor corrigido da motocicleta acrescido da taxa de administração de 8,0% e do fundo de reserva de 3,5%. O grupo é de 60 meses com 120 participantes. São 2 contemplações mensais por assembléia, sendo uma por sorteio e uma por lance.

Há também planos para Multistrada Touring (R$ 71.900), com parcelas de R$ 1.391, Diavel Dark (R$ 62.900), com parcelas de R$ 1.217 e Diavel Carbon.

Fonte: Auto Estrada

Comments are closed.