Avaliação: Honda Civic 2018 muda para recuperar terreno
19 de junho de 2018 – 11:45 | Comentários desativados

A linha 2018 do Civic trouxe leves retoques e central multimídia disponível em todas as versões. Tudo para ajudá-lo a vencer a concorrência
Em 2009, comprei um Honda Civic LXS, com o qual fiquei por três …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Campeonatos

Interlagos será sede da abertura da Driver Cup 2014

Submitted by on 29 de janeiro de 2014 – 13:34No Comment

13

A temporada 2014 da Driver Cup, a sexta temporada da história do torneio, começa no maior templo do automobilismo brasileiro. No próximo sábado (1/2), os proprietários de veículos superesportivos que participarem do evento serão desafiados nas provas de Flying Lap (Volta Rápida) no palco do GP Brasil de Fórmula 1, em São Paulo.

E para este primeiro evento a expectativa dos organizadores não poderia ser mais positiva. A Driver Cup teve, em 2013, o melhor ano de sua história – com 312 participantes inscritos ao longo das etapas. Um número que consolidou o evento como o maior encontro de carros superesportivos do país.

“Estamos vindo de uma temporada fantástica em 2013, que nos deu mais motivação para fazer de 2014 um ano ainda melhor. Começar em Interlagos é um privilégio. Esta é uma pista que oferece todas as condições de segurança e infraestrutura para os nossos participantes atingirem o limite de seus carros”, avalia Décio Rodrigues, um dos promotores da Driver Cup.

Serão dois dias de evento nos 4.309 metros de extensão do circuito paulistano. No sábado estão previstas as tomadas de tempo válidas pela Driver Cup. Os carros serão divididos em 18 categorias, de acordo com suas especificações técnicas. Cada participante terá direito a 4h45 de pista livre – duas sessões de 55 minutos, uma de 25 minutos para estabelecer sua melhor marca – e mais uma sessão de 2h30 ao final do dia no formato de track day. A volta mais rápida do dia em cada uma das classes é usada para definir os vencedores.

No domingo, será realizado um Track Day composto por duas baterias de 55 minutos e três baterias de 45 minutos – num total de 4 horas de pista para cada participante.

“O Flying Lap é um formato bastante desafiador, porque exige que o competidor conheça bem o equipamento para chegar ao seu limite. Cada décimo de segundo é valioso nessa disputa. Concentração e técnica para fazer a volta perfeita são dois dos segredos deste tipo de competição. Por isso, para auxiliar os participantes nesse sentido, contamos com pilotos profissionais que dão dicas e acompanham o desenvolvimento de cada um”, conta Décio Rodrigues, sobre a participação dos pilotos Cesar Urnhani e Beto Gresse como “coaches” da Driver Cup neste evento de abertura da temporada.

Fonte: Amigos da Velocidade

Comments are closed.