Ford abre pré-venda do novo Mustang com preço abaixo do rival Camaro
11 de dezembro de 2017 – 11:07 | Comentários desativados

Após uma longa espera, enfim a Ford traz oficialmente o Mustang para Brasil. O esportivo só desembarcava no país via importação independente. A pré-venda começou nesta segunda-feira (11) ao preço de R$ 299.900, com a …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

Hamilton vence no Japão e pode ser campeão na próxima corrida; Massa é 10º

Submitted by on 8 de outubro de 2017 – 14:30No Comment

lewis-hamilton

Lewis Hamilton está a um passo do quarto título na Fórmula 1. Neste domingo (8), o inglês liderou de ponta a ponta o Grande Prêmio do Japão e contou com o abandono de Sebastian Vettel para ficar muito próximo da taça. O brasileiro Felipe Massa fechou a prova na 10ª posição.

A vitória levou Hamilton aos 306 pontos no Mundial de ConstrutoresPilotos. Sem pontuar por causa do abandono, Sebastian Vettel estacionou nos 247 pontos. Faltando apenas quatro provas para o final da temporada, Hamilton pode ser campeão já na próxima prova, em Austin (EUA). Para isso, o inglês precisará fazer 16 pontos a mais que Vettel e quatro a mais que Valtteri Bottas.

Max Verstappen e Daniel Ricciardo, ambos da Red Bull, completaram o pódio do Grande Prêmio do Japão, na segunda e terceira colocação, respectivamente.

A próxima etapa do Mundial de Fórmula 1 está marcada para o dia 22 de outubro, na cidade de Austin, nos Estados Unidos.

Hamilton é pressionado por Verstappen no final

Lewis Hamilton largou na pole position em Suzuka pela primeira vez na carreira e teve uma corrida quase toda tranquila. A preocupação surgiu apenas nas últimas duas voltas, quando Max Verstappen conseguiu diminuir a diferença para menos de um segundo de diferença.

Coube a Hamilton, então, mostrar sua experiência na hora de ultrapassar os retardatários. Ao atacar Fernando Alonso e Felipe Massa, o inglês conseguiu respirar na liderança e deixar a vantagem sobre Verstappen superior a 1s5. A partir daí, Hamilton apenas controlou a diferença até a linha de chegada.

Vettel abandona logo na quarta volta

O domingo em Suzuka não foi nada bom para Sebastian Vettel. Largando na segunda colocação no GP do Japão, o alemão viveu um drama ainda antes no início da corrida.Com problema nas velas, a Ferrari teve que correr para permitir que o tetracampeão conseguisse largar.

Vettel largou, mas os problemas não desapareceram. Logo na primeira volta, o alemão despencou para a sexta colocação. “Estou perdendo potência”, lamentou pelo rádio.

Quando o safety car deixou a pista após o abandono de Carlos Sainz, a situação de Vettel só ficou pior. Na quarta volta, o alemão foi ultrapassado por Sergio Pérez e Felipe Massa. Antes mesmo do final do giro, o aviso: “Venha para o boxe, Sebastian. Acredito que teremos que abandonar”.

Massa segura Alonso e termina em 10º

Felipe Massa teve períodos distintos no decorrer da corrida. Logo no começo, aproveitou o problema de Sebastian Vettel para conquistar a sétima colocação. Após a parada nos boxes, contudo, o brasileiro não conseguiu manter o ritmo e passou praticamente toda a corrida sendo atacado.

Na volta 42, Massa viu os dois carros da Haas ultrapassá-lo. Na manobra, Magnussen ainda chegou a tocar na asa do brasileiro, mas não o suficiente para causar danos.

Em 10º, Felipe Massa conviveu com a pressão de Fernando Alonso até os últimos metros. O espanhol, contudo, não conseguiu a ultrapassagem e ficou fora da zona de pontuação. O brasileiro fechou o Grande Prêmio do Japão com um ponto.

Bottas exerce papel fundamental de escudeiro

A vitória de Lewis Hamilton contou com uma importante ajuda de Valtteri Bottas. Na volta 26, o finlandês liderava a prova pelo fato de ainda não ter parado nos boxes para trocar pneus. Atrás dele, um Hamilton de pneus novos era pressionado por Max Verstappen. E Bottas agiu.

Na volta seguinte, o finlandês permitiu que Hamilton o ultrapassasse e ficou posicionado entre seu companheiro de equipe e Verstappen. Até a volta 30, quando Bottas, enfim, parou nos boxes, Hamilton conseguiu abrir 1s5 a mais do que a vantagem que já tinha para o holandês da Red Bull.

Sainz se despede da Toro Rosso com abandono

A despedida de Carlos Sainz da Toro Rosso não foi como nenhuma das duas partes esperava. Logo na quarta volta, o espanhol perdeu o controle do carro e colidiu com a proteção de pneus, abandonando a prova e fazendo com que o safety car entrasse na pista. “Desculpem-me”, lamentou.

Na próxima prova, em Austin (EUA), Carlos Sainz já estará em outro cockpit. A Renault anunciou no último sábado (7) a dispensa de Jolyon Palmer e a chegada do espanhol ainda em 2017 – ele era esperado apenas no início de 2018.

Confira as posições finais do GP do Japão:

1 – Lewis Hamilton (ING) – Mercedes – 53 voltas
2 – Max Verstappen (HOL) – Red Bull – +1s211
3 – Daniel Ricciardo (AUS) – Red Bull – +9s679
4 – Valtteri Bottas (FIN) – Mercedes – +10s580
5 – Kimi Raikkonen (FIN) – Ferrari – +32s622
6 – Esteban Ocon (FRA) – Force India – +67s788
7 – Sergio Perez (MEX) – Force India – +71s424
8 – Kevin Magnussen (DIN) – Haas – +88s953
9 – Romain Grosjean (FRA) – Haas – +89s883
10 – Felipe Massa (BRA) – Williams – a 1 volta
11 – Fernando Alonso (ESP) – McLaren – a 1 volta
12 – Jolyon Palmer (ING) – Renault – a 1 volta
13 – Pierre Gasly (FRA) – Toro Rosso – a 1 volta
14 – Stoffel Vandoorne (BEL) – McLaren – a 1 volta
15 – Pascal Wehrlein (ALE) – Sauber – a 2 voltas

Abandonaram

Lance Stroll (CAN) – Williams – volta 45
Nico Hulkenberg (ALE) – Renault – volta 40
Marcus Ericsson (SUE) – Sauber – volta 7
Sebastian Vettel (ALE) – Ferrari – volta 4
Carlos Sainz (ESP) – Toro Rosso – volta 1

Texto: Julianne Cerasoli

Fonte: Uol Esporte

Rodão

Comments are closed.