Avaliação: Honda Civic 2018 muda para recuperar terreno
19 de junho de 2018 – 11:45 | Comentários desativados

A linha 2018 do Civic trouxe leves retoques e central multimídia disponível em todas as versões. Tudo para ajudá-lo a vencer a concorrência
Em 2009, comprei um Honda Civic LXS, com o qual fiquei por três …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Mercado

Grupo VW promete vender 10 mi de carros ainda em 2014

Submitted by on 13 de outubro de 2014 – 13:35No Comment

14

O diretor de vendas do Grupo Volkswagen, Christian Klingler, afirmou que a empresa confia que pode comercializar 10 milhões de veículos neste ano, especialmente após um incremento de 3% nos resultados do mês de setembro.

“Apesar dos crescentes desafios impostos nos mercados em que atuamos, temos a oportunidade de atingir a marca de 10 milhões de veículos vendidos ainda neste ano, quatro anos antes do que havíamos planejado originalmente”, declarou.

O incremento nas vendas do grupo na China e Europa compensaram a queda nos números nos Estados Unidos e América do Sul. No caso do Velho Continente, as vendas na Europa Ocidental subiram 8% de janeiro a setembro, ao passo que os resultados nas Europas Central e Oriental cresceram 2% no mesmo período, chegando a 481.100 unidades comercializadas.

O destaque negativo do continente ficou por conta da Rússia, que ainda sofre os efeitos de uma economia enfraquecida devido à crise no relacionamento com a Ucrânia: a queda foi de 13% nos nove primeiros meses deste ano. Na China, atualmente o maior mercado do grupo, as vendas subiram 15%, atingindo a expressiva marca de 2,72 milhões de veículos vendidos.

Nos Estados Unidos, as vendas caíram 5%, chegando a 439.600 unidades. Na América do Sul, o conglomerado amargou um declínio de 21% até setembro, principalmente pela queda de 16% nos números do grupo no Brasil, onde foram emplacadas 420.800 unidades.

O grupo obteve resultados positivos em todas as suas marcas, com destaque para o crescimento de 13% nas vendas da Porsche, 13% nos resultados da Skoda, 10,5% nos números da Seat e 10% nos números da Audi.

Fonte: Vitor Matsubara / Quatro Rodas

Comments are closed.