Carro voador chinês pode ser o primeiro a ser comercializado normalmente
6 de outubro de 2018 – 16:34 | Comentários desativados

A corrida em busca de produzir o primeiro carro voador comercialmente viável pode estar perto de ter um vencedor: é a Terrafugia, uma empresa chinesa que já desenvolve seu veículo com asas chamado Transition há …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Campeonatos

GP2: André Negrão pronto para os testes coletivos em Abu Dhabi

Submitted by on 11 de março de 2014 – 10:50No Comment

14

A Fórmula GP2 abre nesta terça-feira em Abu Dhabi a pré-temporada de testes de 2014 com diversas novidades na formação das 13 equipes. Uma delas é a estreia do campineiro André Negrão pela Arden Internacional, um dos nomes mais tradicionais da categoria. Depois de testar por três times no final do ano passado, Negrão surpreendeu ao anunciar em fevereiro o acordo com a mesma equipe por onde passaram Bruno Senna (2007) e Luiz Razia (2012). Entre os veteranos que se mantiveram, o brasiliense Felipe Nasr – oficializado na semana passada como reserva da Williams na Fórmula 1 – cumprirá seu terceiro campeonato e o segundo pela Carlin.

Os três dias de ensaios no circuito de Yas Marina, um dos mais recentes incorporados ao calendário internacional, darão a Negrão a primeira oportunidade de conhecer não apenas o modo de trabalhar da equipe fundada por Christian Horner, atual dirigente máximo da Red Bull na Fórmula 1, como também o belo mas de certa forma monótono traçado e os pneus utilizados pela GP2. Nesta bateria inicial de ensaios, cada piloto terá cinco jogos de compostos médios e dois supermacios. “Entender o funcionamento dos pneus deve der uma das partes mais difíceis do trabalho. Eles são iguais aos da Fórmula 1, mas não temos as mesmas possibilidades de ajustes na aerodinâmica e de acerto que facilitem as coisas para nós”, lembra.

Os testes serão importantes também para equipes e pilotos começarem a se familiarizar com uma importante mudança no regulamento. A partir de agora, a exemplo do que já ocorre na Fórmula 1, os pilotos terão obrigatoriamente de utilizar os dois tipos de compostos na corrida de sábado – a mais longa da rodada dupla do fim de semana. Com isso, a estratégia ganhará peso ainda mais acentuado. Outra alteração veio de encontro a uma antiga reivindicação dos novatos desde o nascimento da GP2 em 2005 – o aumento do tempo de pista. Os treinos livres da sexta-feira foram ampliados de 30 para 45 minutos. “Para quem está chegando agora, esses 15 minutos a mais farão alguma diferença”, aplaude Negrão.

Ao todo, serão seis horas de pista aberta em cada um dos três dias em Abu Dhabi. Os preparativos para a inauguração do calendário serão encerrados ainda neste mês no Bahrein, onde as equipes treinarão entre os dias 19 e 21. O autódromo do Sakhir sediará as duas primeiras etapas de 4 a 6 de abril.

Fonte: Amigos da Velocidade

Comments are closed.