Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador
13 de setembro de 2019 – 14:45 | Comentários desativados em Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador

Estande da BMW no Salão de Frankfurt dá spoilers sobre as novas gerações do Série 4, além de novidades para o nicho dos SUV-cupê e um novo carro elétrico.
Uma das atrações da BMW  no Salão …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Mercado

Governo pode prorrogar redução de IPI para carros novos, diz ministro

Submitted by on 18 de outubro de 2013 – 11:39No Comment

13

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, afirmou na manhã desta quinta-feira (17) que pode ser prorrogada a alíquota mais baixa do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros novos. “A decisão é do Ministério da Fazenda, mas eu acredito que deve ser prorrogado. Depende de o governo ter atingido as metas fiscais, mas é muito provável”, declarou durante um evento, em Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia.

Pimentel declarou ainda que montadoras de veículos estão pedindo a continuidade do desconto, que está previsto para ser retirado em 31 de dezembro. A previsão do ministro é de que a alíquota reduzida permaneça até o próximo ano.

A suspensão da alíquota reduzida do IPI já foi adiada duas vezes. Em março, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, cancelou duas sequências de elevação programadas para abril e julho deste ano. O objetivo do governo era conter a queda nas vendas do setor.

De janeiro a setembro, as vendas de veículos no país, incluindo caminhões e ônibus, caíram de 0,3%, em relação ao mesmo período de 2012, segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Alíquotas

Com a decisão de manter o imposto reduzido no começo do ano, a alíquota para carros novos 1.0 flex e a gasolina permaneceu em 2%. A alíquota original do segmento é 7%.

O imposto para veículos de 1.000 a 2.000 cilindradas flex ficou em 7% e para os movidos apenas a gasolina continuou em 8%. O IPI original do segmento é de 11% para carros flex e de 13% para os que são movidos a gasolina.

A alíquota dos veículos acima de 2.000 cilindradas ficou em 25% para os veículos a gasolina e em 18% para os flex. O imposto para os caminhões foi mantido em zero.

No começo do ano, também foi prorrogada até o próximo dia 31 de dezembro a alíquota de 2% de IPI para veículos comerciais leves, cuja alíquota original é de 8%.

Fonte: Paula Resende / G1 GO
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Comments are closed.