FLAGRA: FIAT TORO 2.4 MULTIAIR FLEX
20 de janeiro de 2017 – 10:15 | Comentários desativados

A Fiat aposta pesado na nova versão 2.4 da Toro. O modelo flagrado por Nilcemar Ferreira em Belo Horizonte (MG) entrega a nova motorização na combinação de versão e câmbio apontada pelos emblemas. O flagra …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Novidades

GM anuncia que terá pela 1ª vez uma mulher no comando da empresa

Submitted by on 11 de dezembro de 2013 – 9:54No Comment

09

A General Motors (GM), a segunda maior montadora do mundo, anunciou nesta terça-feira (10) a nomeação da executiva Mary Barra para suceder Dan Akerson na presidência da empresa a partir de 15 de janeiro, o que fará dela a primeira mulher a ocupar o cargo de CEO (diretor geral ou diretor presidente, na sigla em inglês) da principal montadora americana.

Mary Barra, de 51 anos, atualmente ocupa o cargo de vice-presidente de desenvolvimento mundial de produtos, compras e da rede de abastecimento do grupo.

Nesta função, ela respondia pelo design, engenharia e qualidade de todos os veículos da empresa.

Com 33 anos de experiência na GM, Mary galgou degraus nas áreas de manufatura, engenharia e em posições sêniores, e atualmente é responsável pela redução do número de plataformas usadas pela GM para fabricar seus veículos.

“Foi escolhida pelo conselho de administração para tornar-se a próxima presidente executiva da empresa e integrará o CA”, informou a GM em comunicado.

Segundo a Reuters, a executiva será a primeira mulher a liderar uma montadora global.

“Com um portfólio impressionante de carros e caminhões e o mais forte desempenho financeiro da nossa história recente, este é um momento emocionante para a GM”, disse Mary em um comunicado da empresa. “Estou honrada em liderar a melhor equipe que há no negócio e manter nosso ímpeto a toda velocidade”.

A GM comunicou também que o Akerson, que também acumulava o cargo de presidente do Conselho da empresa, deixará a empresa, antecipando sua planejada saída em vários meses. A esposa de Akerson foi recentemente diagnosticada com uma forma avançada de câncer.

“Eu vou sair com grande satisfação em relação ao que realizamos, com grande otimismo sobre o que está à nossa frente e com grande orgulho da restauração da General Motors como porta-estandarte da América na indústria automobilística mundial”, disse Akerson em uma mensagem aos funcionários.

“Meus objetivos como presidente-executivo foram colocar o cliente no centro de cada decisão que tomamos, posicionar a GM para o sucesso no longo prazo e fazer da companhia uma empresa da qual os EUA podem se orgulhar de novo”, acrescentou.

Alguns funcionários e analistas da GM disseram que Akerson deu impulso à candidatura de Mary em setembro, quando ele disse que era “inevitável” que uma mulher comandasse uma das montadoras norte-americanas. A GM tem várias executivas no alto escalão administrativo, assim como quatro mulheres em seu Conselho.

Fonte: G1
Foto: AP

Comments are closed.