Ural exibe moto conceito com motor elétrico
15 de novembro de 2018 – 13:13 | Comentários desativados em Ural exibe moto conceito com motor elétrico

Propulsor é fruto da parceria da fabricante de moto com sidecar e a Zero Motorcycles, que produz motocicletas elétricas
A Ural está mais ‘ousada’. Recentemente, a fabricante apresentou uma variante do tradicional modelo com um drone …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Novidades

FORD FIESTA 1.0 ECOBOOST ESTREIA NO PAÍS POR R$ 71.990

Submitted by on 28 de junho de 2016 – 9:03No Comment

FIES
O Fiesta foi o modelo escolhido para estrear o aclamado motor 1.0 EcoBoost no Brasil. Se na Europa ele chega a até 140 cv em modelos como Focus e EcoSport, por aqui ele rende 125 cv a 6.000 rpm e torque máximo de 17,3 kgfm a 1.400 rpm. A má notícia é que, para ter um dos motores mais modernos do planeta, será preciso desembolsar R$ 71.990.
A motorização estreia bebendo apenas gasolina (a Ford não descarta oferecer a tecnologia bicombustível futuramente) e na versão topo-de-linha, rebatizada de Titanium Plus. O conjunto tricilíndrico é um dos mais modernos à venda no país, trazendo bloco de ferro fundido, cabeçote de alumínio, injeção direta de combustível (algo que a Hyundai dispensou no HB20 Turbo), coletor de escape integrado ao cabeçote, resfriamento dos pistões, duplo comando variável de válvulas e correia banhada a óleo. Embora o novo motor tenha desempenho bastante vigoroso, na prática todas estas tecnologias estão lá para reduzir o consumo de combustível. A transmissão é a automatizada de dupla embreagem Powershift de seis marchas, com opção de trocas sequenciais.
No teste de pista publicado na edição de julho de QUATRO RODAS, o Fiesta 1.0 EcoBoost com câmbio Powershift cravou 9,5 s na aceleração de 0 a 100 km/h, contra 11,3 s do Fiesta 1.6 manual e 12,5 s do Fiesta 1.5 manual.
Além do EcoBoost, a linha 2017 do Fiesta sofreu um realinhamento em suas versões. A principal delas é o fim da motorização 1.5 para clientes “normais”, virando uma alternativa aos frotistas. A antiga versão de entrada S foi substituída pela SE. Acima dela está a nova versão intermediária SEL, sendo que a configuração mais cara agora atende pelo nome Titanium Plus – e por ora será a única oferecida com as motorizações 1.6 Sigma e 1.0 EcoBoost. As demais virão apenas com o Sigma 1.6 TiVCT flex, de 128 cv com etanol e 125 cv com gasolina.

Veja abaixo o conteúdo e os preços de cada versão:

Fiesta 1.6 SE 2017 (manual): R$ 51.990
Ar-condicionado, direção elétrica, alarme, banco traseiro bipartido, computador de bordo, espelhos retrovisores elétricos, faróis com máscara negra, grade frontal na cor prata, cintos de segurança traseiros retráteis de três pontos, travas elétricas e vidros elétricos dianteiros.

Fiesta 1.6 SEL: R$ 58.790 (manual) / R$ 64.900 (Powershift)
Todos os itens da SE mais ar-condicionado digital, assistente de partida em rampa, controles de estabilidade e de tração, faróis de neblina, rodas de liga leve de 15 polegadas, sensor de estacionamento traseiro, sistema de som com central Sync, AppLink e assistência de emergência e vidros elétricos nas quatro portas.

Fiesta 1.6 Titanium Plus Powershift: R$ 70.690
Fiesta EcoBoost Titanium Plus Powershift: R$ 71.990
Todos os itens da SEL mais sete airbags (frontais, laterais, cortina e joelho para motorista), bancos revestidos em couro, destravamento das portas e partida sem chave, espelho retrovisor interno eletrocrômico, faróis com máscara cromada, rodas de liga leve de 16 polegadas, piloto automático e sensores de chuva e crepuscular. A opção do motor 1.0 EcoBoost custa R$ 1.300 adicionais.

Texto:Vitor Matsubara
Fonte: Quatro Rodas

Comments are closed.