Conheça a moto feita ‘quase completamente’ por uma impressora 3D
7 de dezembro de 2018 – 12:19 | Comentários desativados em Conheça a moto feita ‘quase completamente’ por uma impressora 3D

Chamada de Nera, a motocicleta tem chassi, carenagens e até pneus feitos pelo sistema. Apenas motor e parte elétrica são produzidos de maneira convencional.
A ideia de criar diversos objetos com o uso de uma impressora …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Curiosidades

FORD CORTA DOIS MUSTANG AO MEIO PARA MOSTRAR 50 ANOS DE EVOLUÇÃO

Submitted by on 6 de maio de 2016 – 8:40No Comment

display-mustang-1965-4

Uma parceria entre a Ford e o National Inventors Hall of Fame Museum (NHIF) montou um display que une, lado a lado, dois protótipos de Mustangs divididos ao meio, um de 1965 e outro de 2015. A obra está exposta em Virgínia, nos Estados Unidos, e mostra as diferenças de ambos os modelos separados por cinco décadas de história.

Cortado ao meio e terminando antes do porta-malas, a instalação traz o Mustang 1965 do lado esquerdo e o modelo 2015 no lado direito. Dessa forma, nota-se a evolução do muscle car ao longo das décadas. Ele manteve características notórias, como a grade com o cavalo rampante e o capô longo mais pronunciado.

Chama a atenção também como o modelo 2015 ficou mais musculoso e ganhou ainda mais porte. Já no carro de 1965, nota-se uma elegância comum aos veículos da década de 60. Por dentro, é possível conferir lado a lado a semelhança no volante de grandes dimensões com três raios e no desenho da parte superior do painel.

Segundo a Ford, quando o Mustang 1964 foi lançado, não havia nenhum tipo de patente concedida ao modelo. Porém, depois do sucesso e mais de 1 milhão de unidades vendidas nos primeiros 18 meses, a montadora começou a aplicar os devidos registros de marca no carro. Com isso, o modelo de 1965 tinha pouco mais de 100 patentes, como os alto-falantes para os ocupantes do banco traseiro e a capota de lona para a versão conversível – componentes comuns hoje em dia. Já o Mustang atual traz números de patentes bem maior, o que mostra o salto de tecnolgia da década de 60 para cá.

Os visitantes do museu poderão se sentar em ambos os lados do carro para comparar diversas características, desde itens como rádio, cintos de segurança, saídas de ar, indo até cor da carroceria, acabamento, entre outros. Além disso, quem visitar o museu poderá até ouvir o ronco original dos motores V8 das versões de 1965 e 2015.

Fonte: Quatro Rodas
Texto: Diego Dias

Comments are closed.