FLAGRA: FIAT TORO 2.4 MULTIAIR FLEX
20 de janeiro de 2017 – 10:15 | Coment√°rios desativados

A Fiat aposta pesado na nova vers√£o 2.4 da Toro. O modelo flagrado por Nilcemar Ferreira em Belo Horizonte (MG) entrega a nova motoriza√ß√£o na combina√ß√£o de vers√£o e c√Ęmbio apontada pelos emblemas. O flagra …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Novidades

FLAGRA: FIAT TORO 2.4 MULTIAIR FLEX

Submitted by on 20 de janeiro de 2017 – 10:15No Comment

A Fiat aposta pesado na nova vers√£o 2.4 da Toro. O modelo flagrado por Nilcemar Ferreira em Belo Horizonte (MG) entrega a nova motoriza√ß√£o na combina√ß√£o de vers√£o e c√Ęmbio apontada pelos emblemas. O flagra feito na Avenida Amazonas, n√£o muito longe da f√°brica de Betim, diz tudo: n√£o h√° vers√£o Freedom 2.0 turbodiesel AT9, a vers√£o de entrada ter√° c√Ęmbio autom√°tico de nove marchas apenas com o novo motor 2.4. A estimativa de pre√ßo inicial da nova configura√ß√£o ficar√° na faixa entre os R$ 82.930 pedidos pela Toro Freedom 1.8 autom√°tica e os R$ 98 .730 cobrados pela Freedom 2.0 diesel manual, ou seja, algo pr√≥ximo dos R$ 90 mil.

A nova motorização é uma evolução do antigo motor global 2.4 usado pela Chrysler. A união com a Fiat levou o fabricante americano a dar uma bela atualizada no propulsor, que passou a se valer do cabeçote MultiAir. Lá fora, são 186 cv e 24 kgfm de torque, porém, os valores devem subir para mais de 190 cv e 24,5 kgfm por aqui graças ao uso de sistema de taxa de compressão mais elevada e sistema flex de injeção. Um belo incremento face os 139 cv e 19,2 kgfm da Toro 1.8 flex (com etanol).

Lembrando que a tecnologia MultiAir utiliza o controle eletrohidráulico de abertura das válvulas de admissão para dar um bom torque a baixos e médios regimes, ou seja, podemos esperar por um desempenho superior ao da Toro 2.0 turbodiesel de entrada, capaz de ir de zero a 100 km/h em anunciados 9,5 segundos. Um dos carros mais rápidos da Fiat brasileira será uma picape, quem diria.

O objetivo ser√° conquistar justamente o p√ļblico mais urbano ou que roda a maior parte do tempo no asfalto, mas que deseja mais do que o p√°lido rendimento da Toro 1.8 E.torQ. A picape tem mais de 1.600 kg de peso na vers√£o mais leve, um propulsor de maior litragem √© algo mais do que desejado. Contudo, ao contr√°rio dos modelos equipados com motor 2.0 MutiJet turbodiesel, a nova Toro 2.4 MultiAir n√£o ter√° op√ß√£o de tra√ß√£o integral, apenas dianteira.

Por que n√£o o 2.0?

O impacto do IPI sobre veículos utilitários não é baseado sobrea litragem do motor, o que não mostraria vantagem em usar o 2.0 16V flex do Jeep Compass. Bem mais potente, o 2.4 MutiAir é o ideal para uma picape como a Toro, sem comprometer o desempenho ou a capacidade de carga.

N√£o ser√° a √ļnica estreia de novo motor no estande da Fiat. O Mobi ganhar√° o novo 1.0 Firefly de tr√™s cilindros, que estreou recentemente no Uno e que vir√° em conjunto com a dire√ß√£o el√©trica no subcompacto. O objetivo n√£o √© tirar o Mobi equipado com motor Fire de linha, ele permanece como a vers√£o de entrada do carro.

Texto: ¬†J√ļlio Cabralfiat-toro-estepe-4

Fonte: Auto Esporte

Comments are closed.