Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 Рsó ele quer ter grade de radiador
13 de setembro de 2019 Р14:45 | Comentários desativados em Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 Рsó ele quer ter grade de radiador

Estande da BMW no Sal√£o de Frankfurt d√° spoilers sobre as novas gera√ß√Ķes do S√©rie 4, al√©m de novidades para o nicho dos SUV-cup√™ e um novo carro el√©trico.
Uma das atra√ß√Ķes da BMW¬† no Sal√£o …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Ind√ļstria

FIAT UNO 2017 ESTREIA OS MOTORES 1.0 E 1.3 FIREFLY A PARTIR DE R$ 41.840

Submitted by on 16 de setembro de 2016 – 8:38No Comment

fiat-uno-way-2017

Motor 1.0 tem apenas duas v√°lvulas por cilindro, mas oferece o maior torque entre os 1.0

Não é apenas a nova grade e para choque frontal que marcam a chegada do Fiat Uno 2017. O compacto estreia os novos motores Firefly, 1.0 de três cilindros e 1.3 quatro cilindros e ainda passa a ter equipamentos como controles de estabilidade e tração e Hill Holder. Os preços começam em R$ 41.840 para o Attractive 1.0 Рum aumento de quase dois mil reais sobre os R$ 39.850 praticados anteriormente, com o antigo motor.

In√©ditos, os novos motores Firefly foram desenvolvidos localmente mas s√£o considerados globais. Pertencentes √† nova fam√≠lia GSE, foram concebidos para compartilhar o maior n√ļmero de componentes poss√≠vel. N√£o √© √† toa que os dois t√™m cilindros do mesmo tamanho. Outra particularidade √© que os dois t√™m duas v√°lvulas por cilindro, ou seja, ou 1.0 tem seis v√°lvulas e o 1.3 oito v√°lvulas.

Escolhas tecnológicas

A justificativa da engenharia da Fiat para esta escolha, que vai contra a tend√™ncia de outros motores recentes, √© a oferta de torque em baixas rota√ß√Ķes. A fabricante se justifica dizendo que √© o torque que faz diferen√ßa para o consumidor no uso di√°rio e o consumo n√£o √© prejudicado.

De fato, o novo 1.0 6V tem o maior torque entre os 1.0 aspirados: são 10,9 mkgf com álcool e 10,4 mkgf com gasolina, a 3.250 rpm. A potência fica em 77 cv com álcool e 72 cv com gasolina (6.000 rpm) . O 1.3 chega a 101 cv e 13,7 mkgf (a 3.500 rpm com gasolina) e 109 cv e 14,2 mkgf (a 3.500 rpm com etanol).

O sistema de inje√ß√£o √© o multiponto convencional – nada de inje√ß√£o direta por aqui -, mas a Fiat diz ter posicionado v√°lvulas e vela de forma que haja mais turbul√™ncia na c√Ęmara de combust√£o. A taxa de compress√£o √© sempre alta, de 13,2:1, o que visivelmente favorece a queima de etanol.

O comando de v√°lvulas √© por corrente e o motor ainda tem variador de fase hidr√°ulico continuamente vari√°vel, que permite recircula√ß√£o de gases de escape (EGR) por fechamento tardio das v√°lvulas, o que, momentaneamente, faz este motor trabalhar em ciclo Miller. Evita-se perda por bombeamento quando o motorista dirige de forma suave, principalmente em baixas rota√ß√Ķes. Segundo a Fiat, a economia que isso proporciona ficaria ao redor de 4 e 7%.

Vale dizer que as velas são de Iridium e de 10mm, mais finas do que em qualquer outro motor Fiat, e cada uma têm bobina independente. Além disso, estes são os primeiros motores Fiat a eliminar o tanquinho de partida a frio por usar aquecimento dos injetores.

Os acess√≥rios dos motores Firefly tamb√©m s√£o otimizados. Enquanto o √≥leo √© o fino 0W20, a bomba de √≥leo tem deslocamento vari√°vel, ou seja, altera o seu fluxo de acordo com a necessidade do motor. J√° o alternador faz a recarga da bateria apenas nos instantes em que a energia cin√©tica do ve√≠culo seria desperdi√ßada, como nas desacelera√ß√Ķes e redu√ß√Ķes de velocidade, algo importante pelo fato de os motores 1.3 serem dotados de tecnologia start-stop de s√©rie.

Segundo a Fiat, o Uno com motor 1.0 tem as seguintes marcas de desempenho: 0 a 100 km/h em 12,5 segundos (etanol) e 13,6 segundos (gasolina), com m√°xima de 157 km/h (etanol). O consumo com etanol seria de 9,24 km/l (urbano) e 10,4 km/l (rodovi√°rio). Com gasolina, os n√ļmeros seriam de 13,11 km/l (urbano) e 15,14 km/l (rodovi√°rio).

J√° o 1.3 faria o 0 a 100 km/h em 10,6 segundos (gasolina) e 9,8 segundos (etanol), com m√°xima de 177 km/h. O consumo com etanol seria de 9,17 km/l (urbano) e 10,14 km/l (rodovi√°rio); com gasolina, as marcas seriam de 12,89 km/l (urbano) e 14,05 km/l (etanol).

O Uno 2017 tamb√©m estreia dire√ß√£o el√©trica de s√©rie, mas sistemas como controle eletr√īnico de estabilidade (ESC), controle de tra√ß√£o (TC), assist√™ncia de partida em rampa (Hill Holder), sistema antideslizamento ASR e partida assistida (Tip Start) s√≥ aparecem em algumas configura√ß√Ķes.

Novo, mas nem tanto

Al√©m de mudan√ßas na dianteira, o Uno 2017 tem novas rodas em liga leve para as vers√Ķes Way e Sporting e novas faixas para a Sporting.

Por dentro, recebeu novos grafismos para o quadro de instrumentos com display LCD de 3,5 polegadas e opcionais como central multim√≠dia com tela de 6,2 polegadas, c√Ęmera de r√©, retrovisor el√©trico com fun√ß√£o tilt down, volante multifuncional e paddle shift para as vers√Ķes Dualogic.

Desde a vers√£o Attractive 1.0 Flex, o Uno oferece ar condicionado, dire√ß√£o el√©trica, far√≥is de neblina, computador de bordo, vidros el√©tricos dianteiros com one touch, trava el√©trica nas portas, display LCD equipado com computador de bordo e volante multifuncional para comando das fun√ß√Ķes do computador de bordo, entre outros equipamentos.

Já o Way 1.0 soma barras longitudinais no teto, detalhes internos na cor grafite, faróis com máscara negra, molduras das caixas de roda, lanternas traseira com acabamento fumê e retrovisores externos com luzes indicadoras de direção, entre outros.

Para o Way 1.3 a situa√ß√£o j√° fica muito melhor, com Start&Stop, chave canivete com telecomando de abertura e fechamento de portas e vidros el√©tricos, r√°dio RDS com entrada auxiliar e entrada USB para MP3/WMA. O Dualogic ainda soma Hill Holder, borboletas atr√°s do volante para troca manual das marchas e ESC (controle de estabilidade eletr√īnica), TC (controle de tra√ß√£o) e ASR (sistema antitravamento das rodas em frenagem).

No Sporting 1.3, a suspens√£o tem acerto esportivo, spoiler na tampa traseira na cor preto brilhante, rodas de liga leve 15 polegadas, ponteira de escapamento dupla cromada, grade dianteira na cor preto brilhante, para-choque dianteiro com detalhes em vermelho, ma√ßanetas externas e retrovisores em preto brilhante, faixas laterais exclusivas com escrita Sporting, faixa horizontal no painel e detalhes do interior ‚Äď ma√ßanetas, quadro de instrumentos e aplique do volante ‚Äď na cor Vermelho Royal. Mas apenas a vers√£o com c√Ęmbio Dualogic tem ESC, TC, ASR e Hill Holder de s√©rie.

TEXTO: Henrique Rodriguez
FONTE: Quatro Rodas

Comments are closed.