Nissan planeja ofensiva ‘verde’ com Leaf e produção de híbridos no Brasil
22 de agosto de 2018 – 15:44 | Comentários desativados

Enquanto prepara mais versões da Frontier, agora produzida na Argentina, e a nova geração do March para os próximos anos, a Nissan quer incluir o Brasil na onda dos veículos elétricos e híbridos, que consomem …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Indústria

Fiat abre 3º turno na fábrica da Jeep e gera 1,5 mil vagas

Submitted by on 28 de março de 2018 – 14:07No Comment

TEMER / VISITA PLANTA DA FIAT CHRYSLER

O presidente da República, Michel Temer, participou nesta sexta-feira, 23, de cerimônia que marcou o início do funcionamento em três turnos da fábrica de automóveis do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA), em Goiana, na região metropolitana de Recife. Para funcionar 24 horas ininterruptas, serão contratados 1,5 mil funcionários – parte para a fábrica e parte para os fornecedores que atuam ao lado do complexo inaugurado em 2015.

Cumprindo agenda de pré-candidato à reeleição, Temer aproveitou para fazer um agrado à indústria automobilística e anunciou a prorrogação por cinco anos de programa de incentivo à instalação de empresas automobilísticas no Nordeste.

Com os três turnos de trabalho, a fábrica poderá fabricar até 250 mil veículos por ano. Hoje são produzidos 179 mil unidades dos utilitários Renegade e Compass e da picape Toro.

Segundo FCA, o polo automotivo da Jeep tem 13,6 mil funcionários, sendo 4,85 mil na unidade de veículos, 5,66 mil no parque de fornecedores de peças e 3,1 mil são terceirizados. “Ninguém contrata, ninguém estende jornada de trabalho sem o horizonte econômico favorável”, disse Temer.

O presidente aproveitou para anunciar a prorrogação do regime especial automotivo do Nordeste por mais cinco anos, um pleito da indústria. Os benefícios venceriam em dezembro de 2020, após dez anos de vigência e preveem facilidades para quitação de tributos federais como PIS-Cofins.

Novo presidente. Presente ao evento, o presidente mundial do grupo FCA, Sergio Marchionne, anunciou que o italiano Antonio Filosa, de 44 anos, é o novo presidente da empresa no Brasil e na América Latina. Ele substitui o brasileiro Stefan Ketter, que volta à Itália para reassumir o posto de vice-presidente mundial de manufatura.

A visita do presidente faz parte de uma estratégia para buscar agendas positivas contra a baixa popularidade e a desaprovação de 94%, conforme pesquisa Barômetro Político Estadão – Ipsos. Na ida à montadora, Temer citou dados de queda do desemprego no País.

Também disse que venceu a recessão e começou a reduzir o número de cerca de 14 milhões de desempregados no País, de quando assumiu o Planalto. Afirmou que em sua gestão já foram abertos cerca de 1,5 milhão de postos de trabalho formais ou atividades que classificou como mais modestas.

Antes, Temer havia participado da inauguração de um projeto agrícola de irrigação com águas do Rio São Francisco em Xique-Xique, no semiárido baiano. O presidente afirmou que a obra poderá gerar entre 4 mil e 5 mil empregos diretos e indiretos. Também anunciou que vai propor ao Congresso Nacional a derrubada do veto ao Refis para micros e pequenas empresas.

Protesto. A agenda pública de Temer foi alvo de protestos em Pernambuco. Caminhoneiros estacionaram veículos na rodovia BR-101 e, em frente à fábrica da Jeep, motoristas de caminhões cegonha pediram que a Fiat Chrysler devolvesse incentivos fiscais. Deslocando-se de helicóptero, Temer escapou dos protestos. A comitiva presidencial ainda visitou a fábrica de medicamentos da estatal Hemobrás, em Goiana.

Texto: redação

Fonte: economia.estadao

Portal Rodão.

Comments are closed.