Carro voador chinês pode ser o primeiro a ser comercializado normalmente
6 de outubro de 2018 – 16:34 | Comentários desativados

A corrida em busca de produzir o primeiro carro voador comercialmente viável pode estar perto de ter um vencedor: é a Terrafugia, uma empresa chinesa que já desenvolve seu veículo com asas chamado Transition há …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

Ferrari seguiu com Massa, após 2009, por “gentileza”

Submitted by on 23 de outubro de 2013 – 10:02No Comment

07

Stefano Domenicali, chefão da escuderia Ferrari explicou a manutenção do brasileiro Felipe Massa na equipe após o acidente gravíssimo que ele sofreu no treino oficial do GP da Hungria em 2009. O time de Maranello viu-se compromissado a dar-lhe uma chance.

Naquela ocasião, o brasileiro ficou gravemente ferido ao ser atingido por uma peça que soltou-se do carro do piloto Rubens Barrichello, então titular da equipe BrawnGP. Massa ficou em coma num hospital em Budapeste e só voltou a competir no ano seguinte.

“De um ponto de vista médico, não há provas que o acidente tenha deixado sequelas permanentes na visão ou nos reflexos”, declarou Domenicali sobre Felipe Massa.

“E depois houve a gentileza exigida de darmos ao piloto a hipótese de mostrar que merecia ficar connosco”, complementou o chefão.

O dirigente italiano ainda comentou que a falta de rendimento de Massa “deveu-se principalmente a uma grande sensibilidade a um carro muito instável na traseira”.

“Mas em 2008, ele quase alcançou o título e o considero um campeão mundial”, encerrou Stefano Domenicali.

Fonte: Amigos da Velocidade

Comments are closed.