Avaliação: Honda Civic 2018 muda para recuperar terreno
19 de junho de 2018 – 11:45 | Comentários desativados

A linha 2018 do Civic trouxe leves retoques e central multimídia disponível em todas as versões. Tudo para ajudá-lo a vencer a concorrência
Em 2009, comprei um Honda Civic LXS, com o qual fiquei por três …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Indústria

Fabricantes globais podem deixar de produzir na Rússia

Submitted by on 30 de julho de 2014 – 11:05No Comment

14

Para um fabricante de automóveis fabricar localmente, o mercado precisa ser grande o suficiente para justificar esta ação, e por outro lado, a importação deve ser muito cara para fazer valer a pena. Muitas montadoras têm encontrado esses dois elementos na Rússia, mas isso pode não durar por muito mais tempo.

De acordo com o site norte-americano WardsAuto, mudanças nas condições da Rússia poderiam significar o fim da produção local no maior país do mundo. Por um lado, o mercado está encolhendo, enquanto por outro lado, direitos de importação estão caindo.

O mercado de automóveis novos na Rússia caiu 6% em maio, quando comparado com o mesmo período do ano passado, levando analistas a prever uma queda enorme entre 26 e 30% ao longo do ano. Enquanto isso, as obrigações da Rússia junto à Organização Mundial do Comércio significa que os direitos de importação sobre os carros fabricados no exterior terão que cair de 25 para 15% em 2019, tornando menos caro vender carros importados na Rússia.

Ao mesmo tempo, os incentivos do governo para a fabricação local – seja pelas montadoras nacionais ou estrangeiras – pode cair nos próximos anos, graças ao custo crescente da invasão da península da Criméia.

Os analistas esperam que, como resultado, os veículos produzidos localmente por montadoras estrangeiras poderiam cair de 52% do mercado atual para 26%, enquanto as importações subiriam para 67%.

Apesar da previsão, no entanto, montadoras estrangeiras como PSA, Renault e BMW, podem ainda achar que seja vantajoso – mesmo que apenas para os custos de transporte – fabricar localmente para o mercado russo. Se as condições atuais continuarem, porém, isso pode não durar por muito tempo.

Fonte: Quatro Rodas

Comments are closed.