Toyota Yaris sedã começa a chegar às concessionárias
12 de julho de 2018 – 8:51 | Comentários desativados

 Configuração sedã do Yaris começou a ser fabricada na semana passada e já chegou a concessionárias da marca no país
O Toyota Yaris sedã já começou a chegar às concessionárias da marca, de acordo com informações …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Mercado

Europa ‘respira’ com resultados de vendas de carros em setembro

Submitted by on 16 de outubro de 2013 – 15:26No Comment

21

As vendas de carros na Europa cresceram 5,5% em setembro, na comparação com o mesmo período de 2012. O mês passado foi apenas o segundo, em 2 anos, em que os emplacamentos fecharam em alta no continente que enfrenta crise econômica.

Porém, o resultado de 1,19 milhão de veículos vendidos traz apenas um “respiro” para as montadoras: a base de comparação é muito fraca. Setembro de 2012 foi um dos piores meses para vendas de carros desde 2003, quando a associação das montadoras começou a tabular os dados.

Alguns fatos também contribuíram para que o mês passado fosse mais forte do que há 1 ano, entre eles 1 dia útil a mais e um programa de incentivo do governo espanhol para compra de carros novos, que resultou em aumento de 28,5% nas vendas naquele país.

Reportagem do site do “The New York Times” lembra que, em 2009, em meio à crise econômica mundial, muitos países europeus adotaram medidas como essa; porém, após o fim dos programas de incentivo, as vendas caíram aos piores níveis em 20 anos.

Em setembro, os emplacamentos subiram em 18 países e caíram em 8, entre eles Alemanha e Itália, segundo a associação das montadoras.

Ford e General Motors, que já perderam bilhões na Europa nos últimos anos, estão entre as fabricantes que conseguiram vender mais carros em setembro do que há 1 ano: tiveram 5% e 5,4% de alta, respectivamente.

A Volkswagen também teve aumento de 5,4% nos emplacamentos, puxada pelas marcas Seat, que produz carros na Espanha, e Skoda.

A Renault registrou aumento de 22,2%. A PSA Peugeot Citroën amargou queda de 2,9%. A Fiat também teve baixa, de 3,4%.

Fonte: G1
Foto: Srdjan Zivulovic/Reuters

Comments are closed.