Volks apresenta versão de rali do novo Polo
14 de dezembro de 2017 – 14:48 | Comentários desativados

A Volkswagen revelou junto com a nova geração do Polo GTI (que não vem para o Brasil) a versão de rali que correrá na categoria R5 do WRC 2 (segmento intermediário do Campeonato Mundial de …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Campeonatos

Em 2014, a Fórmula Truck apresenta o maior grid da história

Submitted by on 26 de fevereiro de 2014 – 14:29No Comment

03

Na noite dessa última terça-feira [25], no autódromo internacional José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo, a Fórmula Truck apresentou oficialmente o campeonato 2014 da categoria. Na 19ª temporada de sua história, a série de caminhões terá mais uma vez dez etapas ao longo do ano — a primeira já no dia 16 de março com a prova de Caruaru [Pernambuco].

Serão disputados dois certames nesse ano – o Brasileiro e o Sul Americano e, portanto, a Truck já tem uma passagem programada pela Argentina, ao que tudo indica pela capital Buenos Aires.

Outra novidade marcante do campeonato 2014 será o maior grid da existência da categoria. No total estão inscritos 27 pilotos. Entre eles, mais uma mulher. A já veterana Débora Rodrigues dividirá as pistas com Michele de Jesus – que tem passagens categorias de Stock Car — em especial a Mercedes Challenge.

O campeão de 2013, Beto Monteiro, começa o novo ano animado e determinado a manter a coroa de campeão em seu poder.

“A expectativa boa, terminamos o ano bem, temos uma equipe entrosada e espero que possamos começar esse ano bem competitivos. Estou bastante otimista para esta temporada”, disse.

“Esta é a maior preocupação dos engenheiros, pois você vai precisar tirar fumaça sem perder potência no motor. Vamos para os testes de pista nessa semana e espero que continuemos competitivos”, completou o pernambucano.

Para Djalma Fogaça, a saída dos catalisadores dos caminhões vai bagunçar o grid, uma vez que os veículos podem perder de dois a cinco segundos por volta.

“Vai ser complicada, pois vamos ter duas grandes mexidas no regulamento, pois vão mexer muito no grid. Principalmente a saída do catalisador, pois não existe corrida de carro sem barulho, mas com isso tem equipe que vai andar cinco segundos para trás e tem outros que vão dois”, falou.

“Esta é uma situação que vai ter que ser trabalhada, quem andar cinco segundos para trás vai ter que saber que vai tomar cinco segundos. Hoje o que vemos não é uma corrida e sim um site de apostas, pois apostava-se em que volta ia quebrar tal caminhão. Larga 25 caminhões e chegam cinco, seis caminhões na mesma volta e isso não é bom para a categoria”, acrescentou.

“Já fizemos testes de dois dias em Londrina, e andamos dois segundos para trás com um sol de 39ºC em Londrina e completamos 80 voltas”, declarou.

Fonte: Amigos da Velocidade

Comments are closed.