Apesar de política indefinida, empresas testam mercado de carros elétricos no Brasil
25 de setembro de 2017 – 16:42 | Comentários desativados

Enquanto o governo não define uma política para carros elétricos e híbridos, novas empresas do ramo chegam para testar o mercado brasileiro. A Hitech Electric, do brasileiro Rodrigo Contin, iniciou em maio a importação de …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

Diretor esportivo da Michelin não descarta retorno à F1 no futuro

Submitted by on 26 de junho de 2013 – 11:33No Comment

20

Presente na F1 de 1977 a 1984 e de 2001 a 2006, a Michelin não exclui um possível retorno à categoria nos próximos anos.

Ante o alvoroço motivado pelo teste secreto de Mercedes e Pirelli, muito se especulou sobre a volta da fabricante francesa ao esporte. O retorno teria inclusive a chancela do presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Jean Todt.

Em resposta aos rumores, o diretor esportivo Pascal Couasnon explica que a Michelin não vai condicionar o retorno da operação na F1 à crise entre a Pirelli e os times – principalmente Red Bull e Mercedes –, embora não negue a possibilidade de retomar a ideia no futuro.

“Todos nós vivemos num mesmo mundo, e fica claro o que é a F1 em termos de visibilidade – nesse quesito, a categoria está muito à frente [do restante dos campeonatos]”, justifica. Também na questão da tecnologia, a F1 é extremamente interessante.”

Couasnon, entretanto, indica a necessidade de mudanças no regulamento esportivo, principalmente no aro do pneu. “Por exemplo, poderíamos alterar a dimensão deles. Hoje na F1 há rodas de 13 polegadas, mas isso não nos interessa. Dezoito polegadas seria outra história”, explica.

O dirigente também afirma que o atual regulamento não privilegia a tecnologia sustentável em ascensão no mercado automobilístico. “É difícil relacionar a ideia do ‘verde’ a um pneu que dura apenas sete voltas”, afirma Couasnon.

“Só vamos nos interessar [na F1] se tivermos um regulamento inteligente para os pneus. Não é suficiente para retornar como o ‘salvador’ da F1. Se mudar, aí nos perguntaríamos ‘por que não [voltar]’?”, completa.

Fonte: Lucas Berredo / Tazio
Foto: Divulgação

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário abaixo, ou Assine o RSS desta página .

You can use these tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

This is a Gravatar-enabled weblog. To get your own globally-recognized-avatar, please register at Gravatar.