“Uber” das motos chega ao Brasil e promete corridas até 30% mais baratas
16 de julho de 2019 – 11:54 | Comentários desativados em “Uber” das motos chega ao Brasil e promete corridas até 30% mais baratas

Além de maior economia, app promete reduzir em até 50% o tempo de deslocamento em grandes cidades
São Paulo – A startup colombiana Picap, que permite solicitar corridas de moto por aplicativo, acaba de chegar ao …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Indústria, Mercado

Diferenças entre injeção direta e indireta

Submitted by on 5 de setembro de 2016 – 15:21No Comment

injecao-direta-700x426

Recentemente, fala-se muito em motores downsizing equipados com menos cilindros, turbocompressor e injeção direta. Mas do que se trata exatamente este último? Utilizada no Brasil desde 1989, a injeção indireta eletrônica pulveriza o combustível no coletor de admissão e o injeta na câmara de combustão.

Diferentemente deste, a injeção direta ou estratificada, o combustível é injetado diretamente na câmara de combustão, previamente desenvolvida para isso. Por meio de uma quantidade pequena de combustível – uma mistura pobre de 20:1 – quase impossível de ser inflamada, mas o jato é direcionado para a vela de ignição dentro da câmara, que ao iniciar a centelha, queima o todo o combustível.

Dessa forma, o sistema eletrônico permite controlar melhor a quantidade de combustível queimado e assim aumentar potência e torque, mas reduzindo o consumo em 15%. Entre os anos 60 e 70, a injeção estratificada foi criada para carros com gasolina, mas não havia sistemas eletrônicos capazes de gerenciar o processo. Somente a Honda desenvolveu o motor CVCC (Compound Vortex Controlled Combustion).

Este propulsor tinha três válvulas por cilindro, sendo que as duas de admissão apresentavam tamanhos diferentes, a menor usada em mistura rica ar-combustível e a maior em queima mais pobre. Mas, o primeiro fabricante a adotar a injeção direta como a conhecemos hoje foi a Mitsubishi em 1996, quando surgiu o sedã Galant com a tecnologia GDI.

TEXTO: Redação
FONTE: Noticias Automotivas

Comments are closed.