Toyota Yaris sedã começa a chegar às concessionárias
12 de julho de 2018 – 8:51 | Coment√°rios desativados

 Configuração sedã do Yaris começou a ser fabricada na semana passada e já chegou a concessionárias da marca no país
O Toyota Yaris sed√£ j√° come√ßou a chegar √†s concession√°rias da marca, de acordo com informa√ß√Ķes …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Novidades

Denatran conserta lei e define que LED vale como farol baixo

Submitted by on 8 de julho de 2016 – 10:05No Comment

citroen-c3-tendance-pure-tech-12-1466613825828_615x300

Na v√©spera de entrar em vigor, a lei que obriga o uso do farol baixo em rodovias e t√ļneis mesmo durante o dia foi consertada pelo Denatran (Departamento Nacional de Tr√Ęnsito). O √≥rg√£o decidiu equiparar LEDs a far√≥is baixos e, com isso, motoristas de carros mais atualizados n√£o ser√£o multados a partir desta sexta-feira (8).

Por meio da assessoria, a Pol√≠cia Rodovi√°ria Federal informou a UOL Carros que um of√≠cio circular emitido nesta semana pelo Denatran determina que as luzes diurnas de LED devem ser interpretadas como farol baixo pelos agentes federais, estaduais e municipais de tr√Ęnsito.

Este tipo de ilumina√ß√£o √© o mais usado pela ind√ļstria como DRL, do ingl√™s daylight running lamps, ou l√Ęmpadas de circula√ß√£o diurna — alguns poucos modelos usam outros tipos de l√Ęmpada na fun√ß√£o (Fiat 500 e Jeep Renegade s√£o exemplos), mas o LED √© mais eficiente por ser, de fato, mais f√°cil de se visualizar e por consumir menos energia do carro.

Essa interven√ß√£o √© necess√°ria para fechar uma brecha e est√° entre as atribui√ß√Ķes do Denatran. A lei, de autoria do deputado Rubens Bueno (PPS-PR), se tornou pol√™mica ao ignorar a tecnologia atual de muitos carros de passeio fabricados no Brasil e tamb√©m importados, que j√° saem de f√°brica seguindo o padr√£o europeu, pelo qual LEDs se ligam automaticamente durante o dia para aumentar a visibilidade do carro por pedestres e outros motoristas.

Essa inconsistência do texto original foi apontada Fernando Calmon, engenheiro automotivo e colunista de UOL Carros, em coluna do início de maio.

Mais polêmicas
Segundo o parlamentar autor da proposta, a “baixa visibilidade ainda √© uma das principais causas de colis√Ķes nas estradas”. “Os condutores relatam que, muitas vezes, n√£o conseguem visualizar o outro ve√≠culo a tempo de tentar uma manobra defensiva”, relata Bueno.

O projeto original de Rubens Bueno cita ainda estat√≠sticas de redu√ß√£o de acidentes pelo uso “obrigat√≥rio” de farol baixo em pa√≠ses como Estados Unidos e Argentina.

Especialistas ouvidos pela reportagem, porém, discordam.

“Os EUA n√£o transformaram isso em lei. L√° usa quem quer. O que existe, desde 2003, √© uma recomenda√ß√£o para que se regulamente a utiliza√ß√£o de DRL, incluindo um per√≠odo de adapta√ß√£o para inclus√£o de LEDs em ve√≠culos mais antigos”, contesta Calmon.

“Essa exig√™ncia come√ßou em pa√≠ses pr√≥ximos ao Polo Norte, onde a incid√™ncia solar √© muito menor. No sul da Europa, por exemplo, ocorreu o contr√°rio: multar quem ligava os far√≥is durante o dia”, aponta o colunista de UOL Carros.

Para outro especialista ouvido, Lothar Werninghaus, consultor t√©cnico da Audi do Brasil, a ilumina√ß√£o proporcionada por LEDs seria a √ļnica realmente eficiente para as caracter√≠sticas geogr√°ficas do Brasil. A ilumina√ß√£o hal√≥gena comum “desaparece” em situa√ß√Ķes de sol sorte.
“Com a incid√™ncia de luz do sol t√≠pica da maior parte do Brasil, na maior parte do ano, fica imposs√≠vel saber se o motorista est√° realmente usando farol baixo durante o per√≠odo de sol a pino. Apenas o LED permite essa visibilidade”, afirma Werninghaus.

“O correto seria estabelecer um prazo para obrigatoriedade do DRL e regulamentar a instala√ß√£o da tecnologia nos carros que ainda n√£o a tenham”, completa.

Outro ponto citado pelos especialistas √© que o LED, al√©m de mais eficiente em rela√ß√£o √† visibilidade, tamb√©m gasta menos bateria do que uma l√Ęmpada convencional — por ter de usar mais os far√≥is em diversas situa√ß√Ķes, donos de carros ainda podem ter de arcar com gastos prematuros de manuten√ß√£o do sistema el√©trico (da troca de baterias √† substitui√ß√£o de l√Ęmpadas, contatos e rel√™s).
O que vale
Ainda de acordo com a Policia Rodoviária, só serão contemplados por esse adendo da lei veículos que possuem guia de LED original de fábrica, ou instalado por terceiro com certificação do Inmetro.

Para obter a certificação, é preciso realizar o serviço numa empresa autorizada pelo Detran do respectivo Estado.

Quem n√£o usar farol baixo ou LED em rodovias ou t√ļneis estar√° cometendo infra√ß√£o m√©dia: perda de quatro pontos na CNH e multa de R$ 85,13 — at√© novembro o valor ser√° reajustado para R$ 130,16.

Texto: Leonardo Felix e Eugênio Augusto Brito
Fonte: Uol

Comments are closed.