Toyota Yaris sedã começa a chegar às concessionárias
12 de julho de 2018 – 8:51 | Comentários desativados

 Configuração sedã do Yaris começou a ser fabricada na semana passada e já chegou a concessionárias da marca no país
O Toyota Yaris sedã já começou a chegar às concessionárias da marca, de acordo com informações …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Mercado

Condução autônoma: no ranking dos países mais preparados, Brasil está no fim da lista

Submitted by on 21 de fevereiro de 2018 – 14:12No Comment

gm-cruise-autonomo

Muita gente não está gostando de ver carros – por enquanto, ainda conceitos – surgindo no exterior com um habitáculo bem amplo e confortável, mas desprovido daquilo que o motorista está naturalmente acostumado: um volante e mais dois ou três pedais. Para alguns, foi um choque ver o interior de um Chevrolet Bolt sem tais itens e mais recentemente a Volkswagen aderiu à tendência e revelou seu conceito ID Vizzion igualmente para passageiros apenas.

Entre tantas tecnologias que estão em desenvolvimento no momento, uma que poucos acreditam que será realidade no Brasil é a condução autônoma. Carros que andam sozinhos parecem coisa de ficção científica, mas quando alguns “Vernes” do setor automotivo nos assustam com afirmações de que suas tecnologias já estão prontas para o mercado, a coisa parece mudar bastante. É claro, sem uma base para o carro autônomo, nada acontecerá.

Assim, um estudo da KPMG resultou num índice com os 20 países mais preparados para receber a condução autônoma, quando esta estiver legalmente liberada. Nesse ranking, o Brasil aparece em 17º lugar. Apesar de estar próximo do último, fica à frente de países como Rússia, México e Índia. No topo, esqueça os EUA. A Holanda é hoje o país mais preparado para receber os carros que andam sozinhos. Depois dele vem a cidade-estado mais poderosa do mundo, Cingapura. E então, aí sim, aparece a “América”.

O índice Autonomous Vehicles Readiness Index (AVRI) leva em consideração quatro aspectos que tornam um país mais ou menos preparado para receber os carros autônomos, sendo eles aceitação dos carros elétricos, tecnologia e inovação, infraestrutura e política e legislação. Nesses casos, o Brasil ocupa respectivamente as seguintes posições: 14ª, 18ª, 19ª e 20ª. Note que o país ficou em último no ranking dos países onde a política e a legislação buscam formas de integrar a condução autônoma ao panorama jurídico local.

O Brasil não tem até o momento nenhuma política ou estudo que leve em consideração o carro autônomo, mesmo às portas da estreia da tecnologia em mercados consolidados. Mauricio Endo, da KPMG, analisa: “Em regulação, ainda não observamos discussões sobre o tema no Brasil, entretanto, o novo programa automotivo do governo, o ‘Rota 2030 ‘, poderá incluir alguns tópicos relacionados a veículos autônomos. Atualmente, as principais discussões estão ocorrendo em fóruns e eventos relacionados aos setores automotivo e de telecomunicações. Ainda não há um planejamento específico do governo em torno da introdução do veículo autônomo no mercado brasileiro”.

Do outro lado, a Holanda tem hoje boa aceitação para carros elétricos, fundamentais para sustentar essa tecnologia. Além disso, o país europeu tem muitos pontos de recarga elétrica e sua rede de telecomunicações é bem avançada. Localmente, já se prepara testes rodoviários em larga escala, numa preparação para a chegada do carro autônomo.

Aqui, só há um modelo de carro elétrico no mercado de forma oficial, existem poucos pontos de recarga, não há incentivo para desenvolvimento de tecnologias e produção de baterias no país, nem mesmo uma política que permita ao fabricante testar tais sistemas no mundo real. Ou seja, aqui vai demorar a chegar esse admirável novo mundo automotivo.

Texto: Redação

Fonte:  ITFórum365

Portal Rodão.

Comments are closed.