Toyota Yaris sedã começa a chegar às concessionárias
12 de julho de 2018 – 8:51 | Comentários desativados

 Configuração sedã do Yaris começou a ser fabricada na semana passada e já chegou a concessionárias da marca no país
O Toyota Yaris sedã já começou a chegar às concessionárias da marca, de acordo com informações …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Motos

Com pintura de prata e ‘asas’, Kawasaki Ninja H2 alcança 200 cv

Submitted by on 4 de novembro de 2014 – 10:26No Comment

Depois de apresentar o conceito H2R no Salão de Colônia (INTERMOT), com 310 cavalos de potência, a Kawasaki revelou nesta terça-feira (4), em dia reservado para a imprensa no Salão de Milão (EICMA) a versão para as ruas da moto, a H2. Mantendo mesmo motor de 4 cilindros e 998 cc co compressor, o modelo tem potência de 200 cavalos.

Além de lançar a H2, que deve ter as vendas iniciadas em 2015, a empresa confirmou que a H2R também será vendida no próximo ano, porém, só poderá rodar em circuitos.
08

A fabricante manteve desenho bem próximo ao da H2R na H2, com a “misteriosa” pintura com prata de efeito refletivo e apêndices nas carenagens, que lembram pequenas “asas”.

Utilizando um areação química, prata é utilizada no material que cobre a superfície da motocicleta, criando uma espécie de espelho.

De acordo com a empresa, o motor funciona em conjunto com câmbio de 6 marchas e possui a ajuda de um “quick-shifter” para a troca de marchas sem o uso de embreagem. O peso em ordem de marcha da moto é de 238 kg e seu tanque pode levar até 17 litros de combustível.

Apesar de ser uma moto moderno, a inspiração para a H2 foi buscada no passado da Kawasaki. O modelo com motor 2 tempos e 748,2 cc, a Mach IV 750, que também carregava o nome H2. Devido à extrema aceleração que a moto oferecia, a fabricante resolveu utilizar este nome novamente.

Outro sinal de nostalgia da moto está no símbolo utilizado em sua dianteira: a “River Mark”, um emblema da Kawasaki que data de 1870. Este logotipo foi utilizado pelo fundador da empresa, Shozo Kawasaki, em seus primeiros navios.

Controles eletrônicos

Mesmo que a H2 fique distante dos mais de 300 cavalos da H2R – na verdade a empresa declarou em Milão que a H2R atinge 310 cavalos -, ainda existe muita força para ser controlada. Segundo a fabricante, o compressor de ar proporciona grande torque para a moto.

Para controlar isso, a moto possui diversos controles eletrônicos, como controle de tração, freios ABS e controle de freio motor. Pela primeira vez, uma moto da marca possui uma balança do tipo monobraço.

Marca investe nas “pequenas” na Europa

Além chamar a atenção com as “monstruosas” H2 e H2R, a Kawasaki aproveitou o Salão de Milão 2014 para investir em modelos de menor cilindrada no mercado Europeu. Antes restritas apenas à Ásia, Ninja 250SL, Z250SL e Z300 também desembarcar agora no Velho Continente.

Fonte: G1
Foto: Divulgação

Comments are closed.