Toyota divulga imagens de sua nova frota de carros elétricos
11 de junho de 2019 – 9:24 | Comentários desativados em Toyota divulga imagens de sua nova frota de carros elétricos

A montadora anunciou seus planos para um futuro de carros elétricos e divulgou as primeiras imagens de sua nova frota sustentável, que será lançada globalmente em 2025.
A Toyota foi uma das percursoras na adoção de …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

Chefão da Pirelli é condenado por espionagem no caso Brasil Telecom

Submitted by on 18 de julho de 2013 – 15:47No Comment

27

O presidente da Pirelli, Marco Tronchetti Provera, foi condenado na quarta-feira a 20 meses de prisão, em regime de pena suspensa, por envolvimento num caso de espionagem industrial da Telecom Italia em 2006.

Segundo informações do “The Financial Times”, o dirigente também foi penalizado pelo tribunal de Milão com multa de 900 mil euros (R$ 2,6 milhões).

“Fui condenado por delatar os que nos espionavam. Vou apelar, estou convencido de que a verdade vai surgir”, disse Provera, em comunicado oficial, certo de que a decisão do tribunal foi “baseada exclusivamente nas declarações de uma testemunha que declarou tudo ao contrário.”

O caso em Milão se refere à época em que a Telecom Italia, administrada pela Pirelli, competia pelo controle da Brasil Telecom (hoje Oi) contra o banco Opportunity, comandado por Daniel Dantas. No imbróglio, Provera foi acusado de receber dados confidenciais sobre a concorrente num DVD. As informações foram hackeadas pelo estafe de segurança da Telecom Italia, comandado por Giuliano Tavaroli.

Não obstante, o processo veio à tona após a explosão de um enorme escândalo de espionagem industrial e programa de escutas telefônicas ilegais na Itália, em 2006. Mais de 20 pessoas foram detidas, entre elas Tavaroli, sob a acusação de operar uma rede de investigação para coletar informações confidenciais sobre políticos no país. Os ex-primeiros ministros Silvio Berlusconi e Romano Prodi foram alguns dos estadistas investigados.

Fonte: Lucas Berredo / Tazio
Foto: Luca Bruno/AP

Comments are closed.