Imagens revelam o sedã do novo Polo por inteiro. Estreia acontece no primeiro trimestre de 2018
16 de agosto de 2017 – 16:29 | Comentários desativados

Acabou o mistério! Antes mesmo de a VW revelar o novo Polo nacional, que será mostrado no próximo dia 1 de setembro, fotos indiscretas recebidas por nosso repórter Leo Fortunatti via aplicativo de mensagens revelam …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Campeonatos, Stock Car

Casagrande brilha na corrida 2 em Curvelo, segura Camilo e vence pela primeira vez na Stock Car. Átila completa pódio

Submitted by on 28 de julho de 2017 – 14:31No Comment

20177231614420_317263_717798_img_0740_II

Gabriel Casagrande tirou proveito do fato de largar na frente na corrida 2 e alcançou o melhor resultado da carreira na Stock Car. Guiando como um veterano, o piloto da Vogel não deu chances para Thiago Camilo, que terminou em segundo. Átila Abreu passou Rafael Suzuki na última volta e faturou mais um pódio na temporada.

A Stock Car viu um pódio inédito na tarde deste domingo (23), no complemento da rodada dupla de Curvelo, a sexta da temporada 2017. Pela primeira vez na carreira, o jovem Gabriel Casagrande conquistou a vitória na principal categoria do automobilismo brasileiro. Depois de garantir a primeira posição do grid da corrida 2 no Circuito dos Cristais depois de terminar em décimo a primeira prova, o piloto da Vogel segurou Thiago Camilo e não deu chances para o vice-líder do campeonato.

Camilo teve de se contentar com o segundo lugar, que o ajudou a diminuir um pouco a vantagem de Daniel Serra. Átila Abreu, na última volta, alcançou um grande resultado depois de fazer a ultrapassagem sobre Rafael Suzuki. O sorocabano faturou mais um pódio para a TMG/Shell Racing em 2017.

O piloto da Cavaleiro, que andou bem durante todo o fim de semana, perdeu a chance de faturar seu primeiro pódio na Stock Car depois de perder rendimento no fim da prova, sendo superado também por Felipe Fraga, que cruzou a linha de chegada em quarto. Outro grande resultado do tocantinense, que venceu a primeira disputa do fim de semana. Suzuki terminou em quinto, à frente de Daniel Serra, líder do campeonato. Ricardo Maurício foi o sétimo, seguido por Cacá Bueno e Max Wilson, enquanto Ricardo Zonta, companheiro de Átila, fechou a relação dos dez primeiros colocados. Rubens Barrichello, em um fim de semana difícil, terminou em 14º.

De todos os 30 pilotos, Fraga foi o maior vencedor do fim de semana e faturou o recorde absoluto de pontos neste formato de rodadas duplas da Stock Car: nada menos que 44. Uma grande jornada do atual campeão, que já passa a sonhar com o bicampeonato.

Saiba como foi a corrida 2 da Stock Car em Curvelo

Décimo colocado na primeira corrida do fim de semana, Casagrande ganhou o direito de abrir o grid da segunda prova em Curvelo. O paranaense da Vogel largou lado a lado com Rafael Suzuki. Mas Thiago Camilo, disposto a vencer para evitar um maior distanciamento para Daniel Serra na tabela de pontos, tratou de acelerar e passou Suzuki para subir para segundo. Cacá Bueno vinha em quarto, seguido por Max Wilson e Júlio Campos, enquanto Serrinha vinha em 11º, atrás de Átila Abreu.

Fraga mantinha o belo desempenho da primeira corrida e passava Maurício para subir à oitava colocação. Suzuki, outro que vinha com boa performance durante todo o fim de semana, apertava o ritmo para encostar em Camilo e registrava a então melhor volta da corrida, em 1min22s980, marca que depois era superada por Serra.

Camilo encostava cada vez mais em Casagrande, que indicava ter ritmo mais lento que os outros ponteiros. Mais atrás, enquanto era pressionado por Max, Cacá tentava ganhar o terceiro lugar de Suzuki e fazia uso do botão de ultrapassagem. Mas Rafael conseguiu defender bem e, mesmo sem o push-to-pass, se manteve no top-3. E Bia Figueiredo, Guga Lima, Valdeno Brito e Galid Osman eram punidos com drive-through por queima de largada.

Com a abertura da janela para reabastecimento obrigatório, vários pilotos entraram no pit-lane para efetuar a parada. No pit-lane, Camilo não conseguiu evitar o choque na traseira do carro de Ricardo Zonta, que fazia ali seu reabastecimento. Mas Thiago não conseguiu ganhar a posição de Casagrande, que voltou à frente depois do seu pit-stop, 0s4 mais rápido que o do vice-líder do campeonato. Também no pit-lane, Betinho Valério e Marcos Gomes disputavam posição e se tocavam.

Fraga retardou ao máximo sua parada e por isso assumia a liderança da prova. Mas por pouco tempo, já que o vencedor da corrida 1, assim como Daniel Serra, pararam na abertura a volta 16. Após o fim das paradas, Casagrande voltava à liderança da corrida, com Camilo em segundo lugar e Suzuki completando o top-3 em Curvelo.

Os três primeiros pareciam consolidados no Circuito dos Cristais, enquanto Átila Abreu vinha para outro bom resultado em quarto, à frente de Cacá e Fraga. Max aparecia em sétimo, seguido por Serra, Maurício e Zonta fechando a lista dos dez primeiros. Mas na volta final, Suzuki perdeu um pódio que parecia certo ao sofrer com a queda de rendimento do seu carro. Átila fez a ultrapassagem, e Fraga também superou o piloto da Cavaleiro, que finalizou em qiunto, à frente de Serra, que permanece como líder da temporada após 11 corridas.

Texto: Fernando Silva

Fonte: Grande Premio

Rodão

Comments are closed.