Toyota testará carro ‘falante’ e autônomo até 2020
17 de outubro de 2017 – 11:54 | Comentários desativados

A Toyota Motor disse nesta segunda-feira (16) que começará a testar um carro elétrico autônomo em torno de 2020, o modelo usará inteligência artificial (IA) para interagir com os motoristas.
O carro, cujo modelo conceito foi …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Curiosidades

CARROS LENDÁRIOS: PORSCHE 911

Submitted by on 12 de julho de 2017 – 11:06No Comment

991

Com uma história de sete gerações, o Porsche 911 foi idealizado para substituir o “cansado” Porsche 356. Com a missão de revolucionar a marca e surpreender mecanicamente, o 911 foi um tiro certeiro, rapidamente caiu no “gosto da galera”.

O modelo sofreu importantes remodelagens de design e motor ao longo das gerações, mas o espírito superesportivo ainda vive arrastando uma legião de fãs. O atual 911 não tem absolutamente nada em comum com a primeira geração, porém, o conceito permanece inalterado: motor traseiro 6 cilindros boxer de alto desempenho. O bloco quase dobrou de cilindrada triplicando sua potência ao longo das gerações. No inicio, o motor era refrigerado a ar, produzindo 130 cv contra os 420 cv atuais do 911 Turborefrigerado a água. Mesmo assim, manteve uma característica fundamental: um ronco inconfundível. Hoje você confere toda a evolução da lenda aqui no Carros Lendários Autopolis.

Apresentado no Salão de Frankfurt de 1963, o 911 foi um sucesso imediato. Porém, numa curiosa história no meio automobilístico, a Peugeot conseguiu fazer a Porsche mudar o nome do carro, alegando que era detentora dos direitos dos nomes de veículos compostos de três algarismos e um zero no meio. Assim, mudando apenas um número, a Porsche criava uma lenda que a acompanharia até hoje. De 1964 em diante, quando as denominações eram alteradas dentro da própria Porsche (de onde vinham os nomes até então, como “356”, “695” ou mesmo “901”), os diferentes modelos da categoria continuaram a ser chamados de 911 – o que facilitou a nossa vida.

Confira a evolução das sete gerações:

1963: O protótipo foi revelado no Salão de Frankfurt como 901 e, no ano seguinte, iniciou as vendas já com o nome de 911. O modelo evoluiu ao longo dos anos e, no fim da primeira geração, ganhou uma nova versão: Carrera RS, com 80 cv a mais e traseira “ducktail” (cauda de pato), tornando-se o primeiro veículo de série a contar com spoiler traseiro no mundo.

1965: Apresentação da versão “Targa” (teto acima dos passageiros e vigia traseira em lona, coluna central rígida). Essa solução, criada pela Porsche, é copiada até hoje. O termo “targa” (homenagem à Targa Florio, corrida disputada na Itália entre 1906 e 1977) passa a denominar todo carro com esse tipo de carroceria.

1973: Primeira repaginada dada pela Porsche, foi o 911 modelo G, produzido pelo período mais longo entre os carros da linha (de 1973 a 1988). O cinto de segurança de três pontas virou item de série, assim como encostos de cabeça integrados. Uma das grandes novidades do modelo G foi o lançamento do primeiro Porsche 911 Turbo, em 1974.

1988: Lançamento do Carrera 4 (964 na classificação interna da Porsche). Remodelagem da plataforma do 911 com 85% de novos componentes, principalmente na parte interna. Ganhou freios ABS, transmissão Tiptronic, direção hidráulica e molas espirais ao invés de barra de torção na suspensão. O modelo saiu em quatro versões: Cabriolet, Coupé, Targa e Turbo.

1993: O 911 993 (número de classificação interna) o último da linha de produção com motor refrigerado a ar. Em relação ao design, passou por mudanças principalmente na frente, com a troca de faróis circulares por elípticos. A versão turbo do 993 foi a primeira a ter motor biturbo.

1997: 996, o divisor de águas. Com as mudanças, o 911 nunca mais seria o mesmo, e seria ainda melhor que antes. O design desse novo 911 seguiu as linhas do Boxster (lançado em 1996), o que fica evidente nos faróis dianteiros. Pela primeira vez na história, o motor boxer seria refrigerado a água. Com quatro válvulas por cilindro, o 996 chegava a 300cv.

2004: Os faróis ovalados com os piscas separados tomaram o lugar do antigo Boxster no lançamento do 997. Um dos modelos, o Carrera S, apresentou motor de 3,8 litros de 355cv. No chassi, a principal mudança foi a adição do gerenciamento de suspensão ativa como equipamento de série. O 997 teve mais de 24 edições diferentes do veículo: Turbo, GTS, tração traseira ou integral, Carrera, Targa, Cabriolet, edições de rua do GT e séries especiais.

2011: A versão mais recente do Porsche 911 recebeu classificação interna de 991. O modelo representou uma evolução técnica mais significativa de toda a linha de produção. No desempenho, sua construção de aço e alumínio diminuiu o peso do carro e, como inovação, trouxe uma caixa de câmbio manual de sete velocidades. Nova suspensão, com distância entre-eixos maior, rodas e pneus maiores, bitola mais larga e outras inovações o tornaram muito mais confortável.

Texto: Pedro Casari

Fonte: Autopolis

Rodão

Comments are closed.