Nova Honda CRF 450L é moto de trilha para rodar na rua
29 de maio de 2018 – 10:43 | Comentários desativados

Versão amansada da CRF 450R de motocross encara o off-road pesado, mas também é homologada para uso nas estradas
A Honda apresentou a nova CRF 450L nos Estados Unidos e na Europa com uma proposta interessante. …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Indústria

BYD vai construir fábrica de ônibus elétricos e centro de pesquisa no interior de SP

Submitted by on 15 de julho de 2014 – 10:45No Comment

10

A chinesa BYD Company Limited – especializada em baterias, veículos híbridos e elétricos e novas energias – anunciou nesta segunda-feira, 14, o investimento de R$ 200 milhões na sua primeira unidade produtiva na América Latina.

Localizado no município de Campinas, interior de São Paulo, o complexo também abrigará um centro de pesquisa e desenvolvimento de produtos. O projeto, que conta com o apoio da Investe São Paulo, agência do Governo do Estado responsável pela atração de empresas.

A unidade, que contará com 450 postos de trabalho, será responsável pela montagem de ônibus elétricos, de baterias de fosfato de ferro e abrigará a montagem de painéis solares. O Centro de P&D da empresa no Brasil será focado em estudos e tecnologias para veículos elétricos, baterias, smart grid, energia solar e iluminação.

Serão 32 mil m2 de área, sendo 20 mil m2 de área construída. “A planta industrial terá capacidade de produção de 500 a 1000 unidades de ônibus e baterias quando alcançar sua plena operação”, revela o presidente da BYD Brasil, Tyler Li. “Temos ainda interesse da empresa em fabricar células de baterias e chassis para ônibus elétricos no Brasil no futuro próximo”.

Testes com ônibus elétricos da BYD no Brasil foram feitos em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Palmas, Sorocaba e Piracicaba. A BYD pretende introduzir os ônibus elétricos no mercado nacional vendendo-os pelo preço similar ao de um modelo a diesel, com o contrato de leasing da bateria a ser pago pela economia do combustível. Modelo similar será oferecido para táxis. Assim, a empresa espera viabilizar a troca de amplas frotas de veículos poluentes para veículos de emissão zero, sem aumento nos custos dos sistemas de transporte público.

A marca é também a segunda maior produtora de componentes eletrônicos para celulares, tablets e computadores portáteis do mundo, além de produzir componentes e equipamentos para iluminação (LED) e painéis solares.

Fonte: Julio Cesar / Carplace

Comments are closed.